Topo

Preço do tablet no Brasil cai pela metade

Comente

Quando vemos os preços dos lançamentos dos principais tablets lançados no mercado brasileiro muitas pessoas ainda possuem razão em achar o aparelho muito caro e também ainda estão preferindo investir em computadores. Apesar disso, muitos destes pequenos notáveis dispositivos conseguem ser tão ou mais potentes do que a maioria dos computadores que estão sendo vendidos no mercado hoje em dia. Mas mesmo que os lançamentos das maiores marcas, como é o caso da Apple e da Samsung, ainda sejam caros, um estudo feito recentemente mostra que o preço em média dos tablets estão baixando no Brasil.

preco-tablet-cai-pela-metade-brasil

É claro que ainda fica complicado comparar os preços que são cobrados dos consumidores nacionais por um tablet e os preços que os mesmos aparelhos são vendidos no exterior em países como Estados Unidos e alguns da Europa. Afinal de contas, soma-se ao custo dos aparelhos uma série de impostos e taxas que este tipo de equipamento acaba tendo por aqui. Comprar no exterior ainda é uma enorme vantagem, mas isso apenas para as pessoas que realmente podem viajar para estes países.

Mas de uma forma geral, os números mostram uma queda significativa nos preços dos equipamentos que estão sendo vendidos no Brasil e também mostra que o consumidor brasileiro está mudando um pouco o seu comportamento em relação ao dispositivo. As pessoas que não precisam trabalhar o dia inteiro na frente de um computador e que usam apenas para atividades mais simples, como navegar na internet, checar e-mails e redes sociais, estão descobrindo que um tablet pode ser um investimento melhor do que um computador.

Aumento da competitividade

Um dos principais fatores que fizeram com que os preços destes equipamentos caíssem no Brasil, além do barateamento dos custos de produção no exterior, é o aumento da competitividade por aqui. De acordo com estudos e pesquisas que foram feitas com os aparelhos que estão sendo vendidos nas lojas nacionais, em menos de um ano a média de preços cobrados por unidade caiu 49,8%.

A entrada de diversas marcas no setor e a importação destes produtos para o Brasil acaba criando uma grande competividade. As pessoas estão deixando de comprar somente o iPad da Apple, que ainda custa caro para os padrões nacionais, por marcas que apostam em produtos um pouco menos rebuscados e potentes mas que conseguem oferecer basicamente as mesmas funcionalidades do que o dispositivo da Apple, com a vantagem de serem mais baratos. E isso está fazendo com que a Apple também veja o seu mercado cada vez menor e obrigou a empresa a lançar uma alternativa um pouco mais simples, como o iPad Mini, mas que mesmo assim ainda custa caro.

Além das quedas em baixa, o Brasil também está registrando um aumento significativo no volume de vendas dos tablets. De acordo com uma pesquisa feita pelo Ibope, nos dois primeiros trimestres deste ano houve altas de 115% e 168% nos números de vendas em relação aos mesmos períodos do ano passado. O valor médio caiu drasticamente, de R$ 1.511 para R$ 758, aumentando a representatividade da classe C de 32,5% a 34%.

E se você é um dos brasileiros que ainda não possuem um tablet mas que já estão pensando em adquirir ano, veja aqui tablets alternativos que são bons e mais baratos.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: