Topo

Imposto de Renda 2014: 'guia para novatos' na declaração de IR

Comente

Entra ano e sai ano e muitas pessoas persistem com dúvidas em relação a um dos mais importantes assuntos no Brasil, que é a tributação do imposto de renda. O problema maior, é que muitas dessas pessoas sequer sabem como proceder em relação ao assunto, de modo que, não raramente, podemos observar casos de pessoas que acabaram sofrendo algumas consequências da própria ignorância.

Para poder elucidar algumas dúvidas existentes e, principalmente, evitar que os novatos cometam equívocos em relação ao “Leão”, traremos na sequência uma lista de informações que na verdade podem servir como um guia a respeito do assunto. Confira!

Imposto de Renda 2014: ‘guia para novatos’ na declaração de IR

guia-imposto-de-renda

O que é exatamente o imposto de renda?

Para começar, nada melhor que entender do que se trata de fato o imposto de renda, certo? Pois bem, o imposto de renda, de maneira pura e simples, é o imposto cobrado pelo Governo Brasileiro sobre os rendimentos das pessoas, de modo que as cobranças são proporcionais aos ganhos de cada indivíduo.

O que é a declaração do imposto de renda?

Todos os meses o imposto é descontado dos salários e rendimentos das pessoas de modo geral, entretanto, uma vez ao ano – geralmente entre os meses de março e abril – se faz necessário que o trabalhador envie sua declaração, para que, assim, a Receita Federal fique ciente se de fato houve o pagamento adequado dos recolhimentos.

O que é tabela do imposto de renda?

Para determinar quanto o trabalhador deveria ter pago de recolhimento, a Receita Federal soma toda a renda do indivíduo durante o período e faz a chamada “dedução” de uma parte de seus gastos. O resultado dessa “dedução” é comparado a uma tabela, que existe para determinar qual o percentual que deveria ter sido pago pelo “contribuinte”.

O que representam as “deduções” do imposto de renda?

Determinadas despesas adquiridas durante o ano, podem ser abatidas na declaração, algumas das quais as relacionadas com educação, cuidados com dependentes, tratamentos médicos e saúde, de modo geral.

O que é a restituição do imposto de renda

Depois que a Receita Federal faz todo o levantamento acerca dos rendimentos e valores descontados, ela verifica se o contribuinte acabou pagando mais do que deveria, no decorrer do último período, assim sendo, no caso de o valor da contribuição de uma pessoa ser maior do que a que ela deveria pagar, o órgão restitui de volta para essa pessoa o excedente da contribuição.

Pagamento do imposto de renda

O oposto da restituição é chamado de “Pagamento do imposto de renda”, ele ocorre quando, ao apurar os rendimentos e os valores das contribuições, a Receita Federal observa que os valores declarados estão aquém dos que deveriam, nesse caso, o valor da discrepância é informado ao término do preenchimento da declaração, a partir daí o pagamento pode ser feito tanto através de débito automático, quanto através de boleto bancário.

O que é sonegação?

Deixar de cumprir com os deveres junto a um órgão Federal não é uma atitude muito inteligente a se tomar, e é exatamente disso que se trata a sonegação de imposto, ou seja, sonegar é, na verdade, deixar de contribuir com o imposto de renda.

O contribuinte que for pego tentando burlar a Receita Federal, poderá ter que pagar uma multa com valor até 150% superior ao valor devido, além do que, se comprovada a má fé quando do não recolhimento do imposto, o indivíduo poderá ainda ser condenado a cumprir pena de dois a cinco anos por sonegação. Caso o órgão entenda que o contribuinte não agiu de má fé, a tendência é que seja cobrado somente o imposto devido aplicando os respectivos juros e correções.

O que é cair na Malha fina?

A Receita Federal, que tem como símbolo informal um leão, utiliza-se de computadores para cruzar informações e ver se, de fato, o valor declarado por cada indivíduo é verdadeiro. Ao descobrir que uma determinada pessoa declarou um valor diferente do que a empresa para a qual ela trabalha lhe pagou, essa pessoa poderá ser convidada a prestar esclarecimentos ao órgão, e é isso que é chamado de “cair na malha fina”.

Qual o papel do contador?

O preenchimento e envio da declaração do imposto de renda, pode ser feito pelo próprio contribuinte, entretanto, aqueles que acham muito complexo o procedimento, comumente contratam, de forma remunerada, um contador para conduzir todo o processo, evitando assim ‘dor de cabeça’. Quem deseja baixar agora o Programa do Imposto de Renda 2014 pode clicar aqui para fazer o Download.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: