Topo

Veja lições básicas para transformar o marido em um bom pai

Comente

Quando o casal engravida é importante que ambos os envolvidos assumam suas responsabilidades para com a criança que está a caminho. O fato, porém, é que isso nem sempre acontece.

Isso porque muitas vezes o pai acaba se ausentando de casa por um tempo maior que o ideal, deixando de dar atenção ao filho tanto enquanto ele ainda é apenas um feto quanto após o seu nascimento.

Para que as mães possam ajudar nessa transição do papel de marido para o de bom pai, algumas medidas costumam ser essenciais, pelo que, apresentaremos algumas delas na sequência. Veja!

como-transformar-marido-em-bom-pai

9 lições para tornar seu marido um super pai

Momento do parto

Para começo de conversa, é primordial que o pai esteja presente no momento do nascimento da criança. Por isso, é preciso pedir ao parceiro para que ele assista o parto, isso, no entanto, não deve ser algo forçado. A dica é tentar mostrar a ele a importância de tal atitude.

Para aqueles que não podem ou não querem estar presentes na hora do parto, a recomendação é que estejam presentes no momento do primeiro banho, assim os pais já tendem a perder a impressão de fragilidade que na maioria das vezes eles têm dos pequenos.

Leia também:

Quando for amamentar…

Na hora de amamentar o bebê, convide seu marido para ficar por perto. Esqueça a ideia de que isso poderá desestimular o interesse sexual dele em você. Você perceberá que esse momento de amamentação será mais intenso com a família reunida.

Contato direto com a criança

Ensine o marido a trocar as fraldas e dar banho no bebê. Mas, se ele não se sentir confortável com isso, peça apenas para ele ficar ao lado acariciando o bebê.

Nada além da verdade

Se não sente vontade de ficar ou manter relações sexuais com seu marido não use o bebê como desculpa dizendo que ele pode acordar.

Alguns homens veem o bebê como um intruso, pelo que, agir dessa forma só faz piorar a situação. Faça uma forcinha para não perder o romantismo com seu parceiro, mas, se a situação tiver insustentável, tenha uma conversa franca e jogue as cartas na mesa. Quanto antes a situação for resolvida, melhor.

Dividir atividades

Convide seu marido para participar da rotina do filho, tais como ir ao médico, escolher a futura escola, conhecer as professoras.

Evite fazer essas tarefas sozinhas, mesmo que ele sempre dê alguma desculpa. Espere até que ele esteja de fato disponível e o convide novamente.

Sem medo

Jamais ameace o filho dizendo que ele será castigado quando o pai chegar, isso só faz com que a criança tenha medo do pai.

Evite colocar o marido como o malvado da casa que fica o dia todo fora e só chega em casa para castigar a criança. Fazer isso pode comprometer totalmente o relacionamento entre pai e filho.

Paciência

Tenha paciência com o marido, é possível que ele pense que cuidar das fraldas, escola e educação das crianças seja tarefa da mãe. Com paciência, carinho e dedicação ele perceberá que ele também dar sua parcela de contribuição.

Dia do papai

Escolha um dia da semana para que pai e filho tenham um momento só deles. Enquanto isso a mãe pode aproveitar para ler um livro, relaxar ou até mesmo ir ao salão.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: