Topo

Encomendas inusitadas que pessoas já enviaram (ou tentaram enviar) pelo correio

Comente

Quando queremos presentear alguém que mora longe, um das alternativas é enviar o presente por um serviço de correio. Mas você já se perguntou sobre quais são os itens que têm o envio permitido?

Pois bem, ao que parece isso pode variar de acordo com cada país e época, mas você vai se surpreender com o tipo de encomenda que pessoas já enviaram ou tentaram enviar por um serviço de correios.

Bizarro: veja coisas que pessoas já mandaram por correio

Um bebê

O sistema de encomendas dos Estados Unidos teve início em 1913, e algumas pessoas não pensaram duas vezes em abusar do bom senso ao testar os limites do serviço, seja por questão de facilidade ou economia.

Em janeiro do mesmo ano, por exemplo, um casal de Ohio queria enviar um bebê para conhecer a vó e perceberam que era mais barato fazer isso por correio em vez de comprar bilhete de trem.

Foi aí então que eles pagaram apenas 15 centavos em selo e mais 50 dólares para que o filho fosse passar uns dias com a vovó. Logicamente os correios passaram a proibir essa prática, mas as pessoas sempre davam um jeito de quebrar as regras, sendo assim, somente em 1915, o serviço finalmente conseguiu acabar com a brincadeira.

Escravo enviado à liberdade

Essa pode ser a prática mais esperta na época da escrevidão nos Estados Unidos. Henry Brown declarou que teve uma visão para conquistar a liberdade, ele enviou a si mesmo para um lugar onde não houvesse escravidão.

Após arquitetar seu plano ele enfiou-se em uma caixa de madeira, contando para isso com a ajua de entusiasta da causa. Ele então enviou-se como encomenda para ser entregue na casa do abolicionista James Miller McKim, na Filadélfia, 27 horas depois. James então passou a defender a fuga e isso fez com que a Lei do Escravo Fugitivo fosse aprovada em 1850.

Leia também:

Um gato vivo

Durante o período de 1897 até 1953, em Nova York, as pessoas enviavam as correspondências por correio e essas eram postadas por meio de uma série complexa de tubos pneumáticos, com cilindros enormes que se moviam separando as cartas e encomendas de acordo com seu destino.

No evento inaugural em 1897, esse serviço enviou uma Bíblia, um grande pêssego falso, e um gato. De acordo com informações, o gato ficou muito assustado, porém saiu dessa sem nenhuma lesão.

Milhares de cartas assustadoras

Antes de existirem as facilidades da internet e celulares, as pessoas se comunicavam através de cartas, podendo enviar qualquer tipo de conteúdo. Essa liberdade de poder enviar qualquer assunto deixou a cidade de Circleville, Ohio, assustada, em 1976. Moradores da cidade receberam cartas assustadoras com acusações de diferentes crimes.

Muitos acreditam que o escritor anônimo tenha matado um homem, que ao receber seu telefonema foi ao encontro do escritor para tirar satisfação. Gillespie foi encontrado morto por arma de fogo.

As autoridades prenderam um homem, que foi considerado o culpado pelo terrorismo das cartas e o homicídio de Ron, porém, ele negou as acusações. Mesmo quando ele estava preso na solitária as cartas continuaram chegando até 1990 e isso depois parou do nada.

Edifício do Banco

Em 1916, William H. Coltharp decidiu construir um banco em Vernal, Utah. Mas tinha um problema, os tijolos que ele queria para a construção do edifício estavam muito longe, cerca de 127 quilômetros de distância, em Salt Lake City.

Ele acreditou então que a melhor forma de receber o tijolo seria pelos correios. No total foram 80.000 e cada encomenda tinha o limite de 40 tijolos por vez. No final foi entregue um edifício inteiro pelos correiros.

Abelhas, galinhas e escorpiões

Atualmente não se pode mais enviar bebês, tijolos ou gatos pelos correiros, em alguns lugares do mundo ainda é permitido o envio de determinados seres vivos. A lista inclui abelhas, escorpiões, galinhas e animais menores de 50 centímetros, além de peixes.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: