Topo

5 vezes em que mulheres foram acusadas de assédio

Comente

Diariamente podemos ver na mídia, diversos casos de mulheres e crianças que sofreram algum tipo de assédio. A recorrência de notícias dessa natureza, em tese se deve ao fato de as mulheres estarem mais propensas a encarar determinadas palavras e atitudes como agressão, provavelmente por associação a um passado não muito distante em que a mulher era tratada como verdadeiro objeto.

Diante disso, muita gente ignora que o oposto também pode acontecer. Prova disso é que, tanto no Brasil quanto em outros lugares do mundo, há registros de homens – e crianças – que teriam sido assediados, agredidos e até mesmo, estuprados por mulheres. A seguir você confere alguns dos exemplos mais inusitados já noticiados.

Casos inusitados em que mulheres foram acusadas de assédio

Estupro coletivo

5 vezes em que mulheres foram acusadas de assédio

Em 2012, na Nigéria, houve o caso de um homem que estava casado com 5 mulheres e acabou encontrando sua sexta esposa. Algo muito comum no local, onde homens tem mais de uma mulher.

Veja também:

O problema é que as demais esposas acreditaram que o marido estava se dedicando de mais à sexta esposa e desprezando as demais, foi aí então que elas decidiram aplicar a vingança. As cinco mulheres se organizaram e estupraram o homem até a morte.

Abuso e agressão

Aqui no Brasil, em 2006, foi noticiado o caso de uma babá que saiu completamente da linha. Como na época haviam muitas ocorrências de babás agressoras, os pais de uma garotinha desconfiaram que a babá não estava se comportando como deveria e instalaram câmeras de segurança pela casa.

Ao olhar as filmagens eles viram que a babá agredia a filha. Não obstante, quando a delegada viu as filmagens percebeu algo ainda mais chocante. Em uma das gravações, além de agredir a criança, a babá ainda a obrigava a assisti-la se masturbando, sem que a criança entendesse nada.

Boa noite Cinderela

Em 2013, em Seattle, um homem foi surpreendido na madrugada. Após um longo dia de trabalho ele foi se deitar, mas às 2 horas da madrugada ele acordou assutado, quando percebeu que uma mulher grávida estava por cima dele em um ato sexual aproveitando enquanto ele dormia.

Após conseguir se livrar da mulher que ele afirma nunca ter visto antes, ele chamou a polícia. Após exames de DNA foi comprovado que ela esteve com ele e foi condenada a nove meses por tentativa de estupro.

Professora de sexo

A professora Amy Beck, da Califórnia, com 33 anos, foi acusada de pedofilia. Em 2010 ela se entregou e confessou ter se relacionado com um aluno de 14 anos por sete meses. A professora ainda sofreu outras acusações por supostamente manter sexo ilegal com pessoas menores de 16 anos. Atualmente ela luta na justiça para que sua pena seja reduzida.

Professora de sexo 2

Em 2009, Abigail Holloway trabalhava como professora de ginástica na Califórnia, e em março do mesmo ano a professora foi presa acusada de ter relações sexuais com uma aluna de 13 anos. De acordo com informações, os abusos aconteceram entre os anos de 2001 a 2005.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: