Topo

Facebook volta atrás e permite exibição de vídeos de decapitação

2.00 / 5 - 1
Comente

O poder das redes sociais nos dias de hoje é inquestionável. Uma informação compartilhada no Facebook rapidamente gira o mundo e que acaba pautando considerada mídia tradicional. Mas como tudo é muito novo ainda e muito rápido, muitas vezes as próprias empresas que controlam e são donas destas redes sociais acabam conseguindo ter controle e saber o que realmente pode ser feito com tanto poder assim.

Um exemplo deste tipo de situação está relacionado aos vídeos que são permitidos a publicação na rede social. Há alguns meses atrás o Facebook teve que dar uma resposta a uma pressão social feita com um vídeo que começou a circular rapidamente na internet e que mostrava uma mulher sendo decapitada por homens. Muitas pessoas começaram a fazer denúncias alegando que estes vídeos, em algumas pessoas, poderiam causar danos psicológicos a longo prazo. Além disso, muitas pessoas defendiam também que estes vídeos poderiam incentivar atitudes como aquela.

facebook-permite-exibicaode-video-onde-mulher-e-decaptada

Na ocasião, a rede social baixou um proibição temporária para que estes vídeos parassem de circular pelas suas páginas. A grande maioria das pessoas e especialmente dos analistas e especialistas em comunicação e internet, acreditavam que a empresa iria manter esta posição. Por isso causou uma grande surpresa quando o Facebook, esta semana, decidiu manter os vídeos no ar, alegando que os usuários deveriam ser livres e jugar estes tipos de conteúdo. Apesar disso, a empresa afirma que estaria considerando um sistema de aviso que fosse colocado antes destes vídeos para que as pessoa soubesse de antemão que veriam imagens chocantes.

Muitas entidades ao redor do mundo acabaram realmente condenando a atitude do Facebook. Um psicólogo que trabalha em uma importante instituição na Irlanda do Norte que previne suicídios declarou o seguinte: “São necessários apenas alguns segundos de exposição a este tipo de material para deixar um traço permanente, principalmente na mente de um jovem. Quanto mais gráfico e colorido for o material, mais psicologicamente destrutivo ele é.”

O Facebook não havia se pronunciado oficialmente sobre o assunto, apenas depois que a BBC acabou sendo alertada por usuários do Facebook. As pessoas estavam dizendo que a rede social estava se recusando a retirar uma página do ar que mostrava um homem mascarado matando uma mulher, que acredita-se ter sido filmado no México. “Remova este vídeo! Jovens com mentes inocentes não devem ver isso!”, escreveu um usuário na seção de comentários.

“Isso é absolutamente horrível, desagradável e precisa ser removido…há muitos jovens que podem ver isso. Tenho 23 anos e estou muito perturbado depois de assistir dois segundos”, escreveu outro.

Somente depois deste vídeo a rede social se pronunciou oficialmente dizendo que estava permitindo novamente que tal material fosse publicado e que circulasse livremente pela internet. “Há muito tempo que o Facebook é um lugar que as pessoas usam para compartilhar suas experiências, particularmente quando estas são ligadas a eventos controversos, tais como violações de direitos humanos, atos de terrorismo e outros eventos violentos”, disse um porta-voz.

“As pessoas estão compartilhando este vídeo no Facebook para condená-lo. Se o vídeo estivesse sendo celebrado, ou suas ações estivessem sendo incentivadas, a nossa abordagem seria diferente.”

“No entanto, uma vez que algumas pessoas se opõem a natureza gráfica do vídeo, estamos trabalhando para dar às pessoas mais controle sobre o conteúdo que elas veem. Isso pode incluir o aviso com antecedência de que a imagem que eles estão prestes a ver contém conteúdo gráfico.”

A dica para os pais é que fiquem sempre de olho no que os filhos estão vendo na internet, especialmente quando estão acessando redes sociais como o Facebook e também instalem nos seus computadores programas que permitam o controle do que as crianças estão acessando no computador.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: