Topo

Diálogo familiar: veja perguntas que todos os pais devem fazer aos filhos

Comente

Ser uma mãe (ou um pai) presente não significa necessariamente saber sobre todos os momentos (bons e ruins) vividos pelos pequenos. É preciso saber dialogar com eles sobre seus problemas, dúvidas e conquistas diárias, reservando, no entanto, alguma privacidade.

Para isso é de suma importância que os pais consigam fazer apenas as perguntas certas para que a criança sinta confiança em responder. A seguir, por exemplo traremos uma série de perguntas que todos os pais podem (e devem) fazer aos filhos no intuito de conhecê-los melhor.

Diálogo familiar: veja perguntas que todos os pais podem (e devem) fazer aos filhos

conversa-com-filhos

Quando as crianças são novas, costuma ser mais fácil manter um bom dialogo, principalmente em momentos lúdicos, já que enquanto pequenas elas ainda não foram expostas à pressão de falar sobre o dia na escola e sobre suas experiências com os amigos de classe, por exemplo.

Vale ressaltar no entanto, que o trato com a criança nessa fase deve ser feito com cuidado, já que ela tende a responder de acordo com o tom do questionamento. Isso significa que, se a pergunta for feita com raiva ou como uma espécie de crítica, a resposta da criança poderá seguir mesma linha, desagradando muito os pais.

Veja alguns tipos de perguntas que devem ser feitas às crianças mais novas

Qual foi o seu sonho essa noite?

Com essa pergunta você terá espaço para dialogar sobre a vida de fantasia da criança. Ela tende a abrir as portas para uma maior afinidade entre pais e filhos, já que inconscientemente a criança entenderá que seu pai lhe dá grande liberdade para compartilhar seu mundo da imaginação.

Sabendo conduzir bem as respostas para essa pergunta, a criança tende a se sentir mais livre para compartilhar outros sonhos e até mesmo uma série de pensamentos possa lhe vir eventualmente à mente.

Como você está?

Para começar algum dialogo a respeito das emoções dos pequenos, essa é a pergunta que pode verdadeiramente abrir as portas.Com ela será possível descobrir se a criança está feliz com suas atividades diárias e até mesmo com os membros da família.

Leia também:

O que te deixa agitado ou com raiva?

Brigar com a criança quando ela está nervosa ou agitada não a faz compreender tudo o que se passa com ela mesma. Perguntar sobre o que a deixa agitada ou com raiva tende a levar a criança a refletir sobre o que está sentindo, o que em um estágio mais avançado lhe permitirá até mesmo nomear os seus próprios sentimentos.

Como foi o seu dia hoje?

Os pais devem estar sempre atentos sobre como e com quem os filhos brincam. As brincadeiras nessa fase fazem com que a criança aprenda valores fundamentais para a vida, como o de dividir e cooperar. Além de conversar com seu filho é necessário ser presente também nas brincadeiras para que haja maior proximidade e afinidade no âmbito familiar.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: