Topo

Stonehenge: Descubra a origem destas misteriosas pedras

Comente

Stonehenge acabou se tornando um local envolto por mistérios e muitas histórias. Tudo isso em função das pedras que podem ser encontradas por ali, e que formam círculos concêntricos que chegam a ter 5 metros de altura. Pesquisadores de diversos locais já dedicaram anos de estudos para entender melhor a origem destas pedras. 

Muitas pesquisas conseguiram identificar os períodos da história no qual as pedras teriam se formado. Algumas daquelas formações chegam a datar de 3100 a.C., e ao longo dos séculos seguintes elas foram passando por uma série de modificações até chegar ao formato e a disposição que pode ser encontrada agora. 

Stonehenge: Descubra a origem destas misteriosas pedras

Pesquisas mais recentes conseguiram identificar uma possível origem para as pedras, algo que ainda não estava muito claro na mente dos pesquisadores. De acordo com as análises que foram feitas, utilizando técnicas de estudos geoquímicos, foi determinado que as pedras foram retiradas de uma região que fica a 25 km ao norte do monumento, próximo a uma cidade que se chama de Marlborough.

Veja também:

Os cientistas falam que Stonehenge possui dois tipos de rochas: as bluestones e as sarsens. Bluestone não é necessariamente um termo geológico, sendo usado na região para falar de outras 20 rochas diferentes, inclusive de algumas que são misturas entre elas. A aglutinação mais comum é de dolerite e preseli. Elas formam as menores pedras de Stonehenge, e a origem delas já havia sido determinada nas Colinas Preseli.

A pesquisa identificou que boa parte dessas pedras são formadas por sarsens, que podem ser consideradas também como blocos de arenitos que chegaram a medir até 7 metros e altura. As 15 pedras centrais e as colunas verticais do círculo externo são feitas de sarsens, que não se sabia a origem até agora.

“Ser capaz de identificar a área que os construtores de Stonehenge usavam para obter seus materiais por volta de 2500 a.C. é emocionante”, analisou Susan Greaney, da ONG English Heritage. “Eles queriam as maiores pedras que pudessem encontrar e fazia sentido tirá-las do local mais próximo possível”, ela concluiu.

Mas ainda existem muitas pessoas que acreditam que a verdadeira origem dessas pedras tenha uma explicação menos científica. Algumas correntes acreditam que foram trazidas por visitantes alienígenas, enquanto que outros defendem se tratar de uma intervenção divina direta. 




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: