Topo

Entenda melhor os adolescentes com essas curiosidades sobre a puberdade

Comente

Só quem tem adolescentes em casa sabe o desafio e a grande dose de paciência que é necessário para encarar o temperamento nada fácil dos jovens. Mas o que se torna mais interessante, do ponto de vista biológico, sobre o tema é que todo mundo passa por isso. E todos as pessoas que hoje são adultas já tiveram a sua fase de adolescentes rebeldes e complicados, mas parece que estas memórias acabam sendo enterradas em algum canto obscuro do nosso cérebro. 

O fato é que os adolescentes não são como são apenas porque eles escolheram ser assim. Na verdade, tudo o que eles fazem é resultado de uma série de transformações do seu corpo como um todo, incluindo do seu cérebro. Os pesquisadores consideram essa fase uma das mais delicadas pelas quais passamos, pois é uma grande quantidade de mudanças físicas e biológicas em um curto espaço de tempo, quando comparado com as outras fases da nossa vida. 

As mudanças físicas já se tornam muito impactantes para os jovens, uma vez que eles começam a ver partes do seu corpo crescendo, pelos nascendo em locais nos quais antes não tinha nada, espinhas pipocando pelo corpo, alterações no timbre da voz e na forma de falar, sem contar nas mudanças internas, que se tornam muito mais complicadas de se entender, como as mudanças de humor, a insegurança, os questionamentos, etc. 

Veja também:

Diante de tudo isso, pode ser mais fácil entender os nossos jovens e adolescentes quando conhecemos algumas curiosidades sobre este momento estranho: a puberdade!

Entenda melhor os adolescentes com essas curiosidades sobre a puberdade

Destros entram na puberdade antes

Parece que existe uma estranha relação entre o momento no qual as pessoas entram de fato na puberdade e a mão preferencial utilizada para fazer suas atividades. De acordo com um estudo feito com 13 mulheres e 467 homens, pessoas que são consideradas como canhotas entram na puberdade mais tardiamente do que as pessoas destras. O experimento afirma que tanto homens quanto mulheres canhotas apontaram ter vivenciado a menarca ou maior surgimento de pelos em idades mais avançadas. O estudo também pode ter relação com o fato das pessoas canhotas normalmente serem menores do que os destros. 

Puberdade cada vez mais cedo

Existe uma ideia geral de que os jovens estão ficando adolescentes por mais tempo, evitando encarar as obrigações da vida adulta enquanto podem. Mas isso é do ponto de vista antropológico. Do ponto de vista físico, os pesquisadores afirmam que os sinais de que essas pessoas estão entrando na adolescência chegam cada vez mais cedo. Enquanto no fim do século XX a média para uma garota norte-americana entrar na adolescência era entre 16 e 17 anos, hoje isso reduziu para 12 ou 13 anos. A pesquisa mostra também que a tendência entre os meninos é a mesma, mesmo que nos homens seja um pouco mais complicado ter acesso a manifestações físicas que realmente comprovem a entrada no período. 

Outras espécies também entram na puberdade

Quem pensa que o conjunto de fenômenos que caracteriza a puberdade e a adolescência como um todo é algo exclusivo dos humanos está muito enganado. A puberdade também chega para outras espécies vivas no nosso planeta. Mas, em outros animais, parece que nem sempre a idade se mostra como um fator determinante para o surgimento da puberdade de acordo com as características conhecidas pela biologia. De acordo com uma reportagem feita pela BBC, uma espécie de roedor cubano atinge a maturidade sexual com base no seu peso. As rutías fêmeas, como são chamadas, entram na puberdade aproximadamente ao pesar 340 gramas, enquanto os machos precisam pesar 300 gramas, em média.

Cães podem ser adolescentes rebeldes

Sabemos que os adolescentes humanos realmente costumam ser muito mais rebeldes do que os adultos. E isso acontece em virtude de um conjunto de movimentos químicos que acontecem no organismo, além da formação do cérebro que está completando. Mas parece que os cachorros também podem se tornar adolescentes rebeldes. De acordo com um estudo feito por um consórcio de universidades do Reino Unido, os cães também apresentam grande variação no seu humor durante a puberdade. E até mesmo oposição a figuras de autoridade também acontecem com os dogs. Ou seja, eles podem passar a desafiar e ignorar os humanos. Alguma semelhança com os nossos adolescentes?

Diferenças no cérebro de meninos e meninas

Os meninos, durante o seu processo de puberdade, tendem a apresentar um maior controle emocional do que as meninas. E isso acaba sendo explicado pelo desenvolvimento do cérebro que acontece de uma forma diferente nos dois sexos durante este período da vida. Enquanto os garotos no estudo aumento de 6,5% na conectividade funcional entre as áreas relevantes do cérebro durante a adolescência, as meninas sofrem um decréscimo de 7,2% nas mesmas áreas.
 


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: