Topo

Conheça o parasita que pode nos deixar mais impulsivo

Comente

Os parasitas são seres vivos que dependem de outros seres vivos para se manterem vivos, utilizando eles como hospedeiros. E existem diversas estratégias já identificadas na natureza para que estes seres consigam tornar o ambiente dentro do hospedeiro favorável para  manutenção da sua própria existência, mesmo que, para isso, tenha que mudar o comportamento do seu “veículo”. 

Recentemente foram publicadas pesquisas sobre a existência de um tipo de parasita que pode provocar mudanças na forma como a pessoa age, algo que parece muito com o que costuma ser explorado em histórias de ficção científica. De acordo com os pesquisadores, o Toxoplasma gondii é um protozoário que pode deixar o seu hospedeiro mais impulsivo e ousado. 

Conheça o parasita que pode nos deixar mais impulsivo

Este é um parasita que normalmente infecta os ratos e manipula o cérebro dos roedores para que eles simplesmente tenham menos medo daqueles animais que podem ser considerados como seus principais predadores. 

Veja também:

De acordo com um estudo publicado na bioRxiv em 2019, ele pode viver dentro da maioria dos mamíferos, mas o intestino dos gatos é seu recanto favorito devido à alta quantidade de ácido linoleico, algo extremamente necessário para sua reprodução. E é por isso que deixa os camundongos ousados, para que sejam devorados por felinos.

Ou seja, a estratégia do parasita é simplesmente fazer com que o animal no qual ele está hospedado, que geralmente é um rato, perca completamente o seu medo natural de enfrentar aqueles que podem ser considerados como seus predadores naturais. Com isso, ele consegue acabar indo parar dentro do organismo dos gatos, onde costuma se manter vivo por mais tempo. 

Apesar de ser um parasita encontrado geralmente nos roedores, os cientistas alertam que as pessoas não estão imunes. Mas geralmente este parasita só vai infectar uma pessoa se ela for muito descuidada em relação aos cuidados que precisa ter para limpar as fezes dos felinos, por exemplo. Precisaria ter um contato direto com a pele da pessoa e o parasita em questão. 
“Quando você se infecta pela primeira vez, pode ter sintomas leves de gripe, mas a maioria de nós nem percebe. Se você é uma mulher grávida, é mais preocupante porque pode prejudicar a criança, mas as pessoas infectadas quase não apresentam problemas de saúde ou sintomas perceptíveis”, explicou Markus Fitza, professor na Escola de Finanças e Administração de Frankfurt, na Alemanha, que pesquisou como este parasita pode afetar as decisões tomadas no mundo dos negócios.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: