Topo

Confira algumas curiosidades para quem deseja saber mais sobre o mundo

Comente

Alimentar o cérebro com novas informações é apontado como algo crucial no dia a dia de qualquer pessoa, independentemente da sua idade. Essas novas informações ajudam a manter o cérebro em funcionamento, e se mostra eficiente especialmente para aquelas pessoas que estão ficando um pouco mais velhas. 

Confira algumas curiosidades para quem deseja saber mais sobre o mundo

Confira algumas curiosidades interessantes e aleatórias para se manter com a mente ativa neste período de quarentena:

- Muitos acreditam que as pessoas que possuem deficiência auditiva que sofrem de esquizofrenia escutem vozes nas suas cabeças. Mas, como a forma de comunicação para estas pessoas é diferente, elas costumam visualizar mãos que transmitem linguagens de sinais;

Veja também:

- Existe uma pequena ilha no Oceano Ártico, não ocupada, que é motivo de uma disputa até os dias de hoje entre o Canadá e a Dinamarca. Ambos os países realizam desembarques alternados no local, sempre com alguns meses de diferença.  Eles costumam trocar as bandeiras entre um país e outro, e ainda deixam bebidas alcoólicas ali. 

- Existem alguns casos na natureza na qual gêmeos humanos não nascem logo em seguida um do outro. Existe até mesmo um recorde registrado em relação a demora entre nascimentos de dois gêmeos: 87 dias. 

- Muitas pessoas pensam que a expressão OMG (que significa Oh My God) teria surgido junto com a internet e uma série de abreviações que a rede trouxe para o mundo. Mas, neste caso, a web é responsável apenas por popularizar uma expressão antiga. A primeira vez que ela foi registrada oficialmente foi em uma carta dirigida a Winton Churchill, datada do ano de 1917.

- A história aponta uma pessoa como sendo a primeira grande responsável por alterações significativas no clima. Foi Genghis Khan, que provocou cerca de 40 milhões de mortes com suas guerras e conquistas. Nos locais antes habitados ac abaram nascendo florestas, que acabaram provocando um ciclo de resfriamento no planeta como um todo. 

- Algumas espécies de rãs utilizam os seus próprios olhos para conseguir empurrar os alimentos ingeridos em direção ao esôfago. Elas contam com um mecanismo que permite com que os olhos se voltem para dentro do crânio, e um rápido movimento faz com que ele ajude a empurrar os alimentos para o seu interior. 
 




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: