Topo

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

Comente

O câncer de mama está entre as doenças mais comuns entre as mulheres do mundo inteiro. Infelizmente essa é uma doença que afeta as pessoas das mais variadas formas. Mesmo aquelas que conseguem se curar, muitas vezes, precisam ter que lidar com o fato de que precisam viver sem um ou os dois seios, o que para as mulheres acaba sendo uma grande bomba.

Foi para tentar reduzir os casos da doença e fazer com que as mulheres consigam identificar os sinais nos seus primeiros momentos, o que aumenta significativamente a chance de uma cura efetiva, que foi criado o movimento no mundo inteiro, chamado Outubro Rosa. Neste mês, acabam sendo concentradas inúmeras ações em visando os cuidados femininos em relação a este tipo de câncer.

Confira alguns mitos e verdades sobre o câncer de mama:

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

Câncer de mama aparece somente em pessoas com histórico escolar

Veja também:

Este é um mito. Pesquisas recentes mostram que, pelo menos, 10% dos casos de câncer de mama no mundo inteiro acabam não tendo origem hereditária comprovada. É claro que o histórico familiar acaba influenciando, especialmente quando estamos falando dos parentes em primeiro grau. Mas os fatores externos, como tabagismo, obesidade e alcoolismo acabam tendo tanta influência quanto.

Desodorante pode causar câncer de mama

Este é um mito. Essa história começou a se espalhar mais recentemente, mas não possui qualquer comprovação cientifica. Esse mito pode ter começado basicamente com a identificação da presença de sais de alumínio nas formulações dos desodorantes. Mas diversos órgãos de saúde ao redor do planeta já confirmaram que essas substâncias não acabam tendo nenhum tipo de efeito no surgimento do câncer de mama, portanto podem ser utilizados tranquilamente.

Amamentar protege contra o câncer de mama

Essa é uma verdade. Os benefícios aparecem, de acordo com especialistas, especialmente quando a amamentação acontece antes dos 30 anos de idade. De acordo com os profissionais, isso acontece basicamente porque a amamentação reduz o número de ciclos menstruais pelo qual as mulheres acabam passando e, consequentemente, da exposição a certos hormônios femininos que podem acabar tendo uma grande influência no surgimento dos tumores.

Autoexame substitui a mamografia

Esse é um mito. O autoexame é fundamental e deve ser feito sempre pelas mulheres, até mesmo por ser algo rápido e que não depende de qualquer tipo de ajuda de outras pessoas. Mas este exame não deve substituir, nunca, a mamografia, que deve ser feita anualmente pelas mulheres a partir dos seus 40 anos de idade.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: