Topo

Confira algumas consequências da COVID-19

Comente

A Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, acabou se tornando uma das maiores ameaças do mundo em nossos tempos, responsável por mudar completamente a rotina de bilhões de pessoas ao redor do planeta. Alguns países, como o Brasil, ainda estão passando pelo momento mais complicado da doença, enquanto que algumas regiões já começam a voltar a uma rotina parecida com a que existia antes da disseminação do vírus. 

Agora, os médicos também começam a entender melhor como a doença funciona em nosso organismo e quais são as consequências que ema pode deixar na vida daqueles que conseguem se recuperar. Um estudo realizado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, apontou uma possível relação entre o coronavírus e doenças neurológicas graves. A pesquisa, que contou com a análise de 43 pessoas, identificou o surgimento de uma série de danos cerebrais em 29 dos pacientes infectados pelo vírus.

Confira algumas consequências da COVID-19

De acordo com as informações que foram divulgadas, o grupo contaminado apresentou diferentes complicações no cérebro. Muitas delas estavam relacionadas a condições como AVC (derrame cerebral), delírio, psicose e encefalite. 

Veja também:

Existem também algumas outras pesquisas que também acabam apresentando e confirmando essa ligação entre o coronavírus e danos neurocerebrais. Uma outra pesquisa feita na Espanha revela que quase 2% de um grupo com mais de 1,6 mil pacientes infectados desenvolveram doenças no cérebro.

Nos dois casos, a pesquisa não encontrou vestígios do coronavírus no fluído cerebral. E essa informação acaba sendo muito importante para os cientistas e pesquisadores, pois pode indicar que os danos neurológicos que os pacientes apresentam possam ter sido causados como uma resposta do sistema imunológico, quando ele estava tentando combater a doença. 

Além dos danos cerebrais, os impactos pulmonares acabaram se tonando os mais evidentes entre os pacientes que possuem o novo coronavírus. Diferentes pesquisas apontaram uma redução significativa da função pulmonar em pacientes curados da COVID-19, além do surgimento de condições como a fibrose pulmonar, condição que causa o "endurecimento" do tecido do pulmão.

Outro estudo realizado no Texas afirma que o coronavírus também pode acabar prejudicando a saúde do coração, causando efeitos como arritmia, isquemia miocárdica, desenvolvimento de falência cardíaca e miocardite.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: