Topo

5 dicas para perder o medo do dentista

Comente

Odontofobia é o famoso medo do motorzinho. Grande parte da população tem pavor de ouvir aquele barulhinho. Na verdade, o medo, de fato, não é do barulho, e sim daquilo que está relacionado ao barulho. Existem alguns sintomas como aflição, desconforto, inquietação, entre outro que definem o medo de dentista, mas provavelmente esses sintomas existem devido à algum trauma de um momento que ocorreu no passado quando você foi ao dentista e foi desagradável. 

Aqui vão algumas breves dicas que podem lhe ajudar na hora que estes sintomas começarem a aparecer em sua próxima visita ao dentista:

5 dicas para perder o medo do dentista

Vontade

O primeiro passo para perder o medo é querer! Pode parecer óbvio, mas se você não estiver disposto a perder o medo, você realmente não vai perder, por isso, coloque em sua cabeça que é mais importante cuidar de sua saúde e que o dentista é especializado naquela área, fazendo o possível para que você não sofra.

Confiança

Veja também:

Para que você acredite que o dentista realmente não vai errar ou fazer você sofrer, você precisa, primeiro de tudo, confiar no profissionalismo dele. Para isso você pode fazer pesquisas em busca de bons profissionais, além de pedir indicações confiáveis aos amigos.

Vá acompanhado

Nada melhor do que alguém conhecido e de sua confiança para lhe apoiar nesse momento, então, quando for ao seu dentista, chame alguém para lhe acompanhar e tornar esse momento menos desconfortável.

Pergunte

Para que você não se sinta inseguro, a melhor coisa a fazer é tirar todas as dúvidas à respeito do procedimento que será realizado. Além de pesqisar sobre o assunto, é importante que você mesmo faça perguntas ao seu dentistas que lhe ajudem a esclarecer melhor sobre o que será feito, assim você sentirá mais confiança na capacidade dele e ainda estará à par de todo o procedimento.

Comunicação

E para que você se sinta ainda mais seguro, pode combinar com o dentista alguns sinais em caso de dor para que ele saiba a hora de parar, caso a dor esteja realmente incomodando, assim você saberá que pode confiar nele se não estiver se sentindo bem.

Lembre-se que sua saúde bucal deve ser considerada acima de tudo e que, para isso, todo esforço vale a pena!




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: