Topo

4 tratamentos de beleza comuns que não devem ser feitos em casa

Comente

O período em que as pessoas estão ficando em casa, em virtude do isolamento proposto para combater a pandemia do novo coronavírus, acaba se tornando um convite para fazer coisas que normalmente as pessoas não fazem por falta de tempo. Alguns tipos de tratamento de beleza, por exemplo, acabam se tornando muito convidativos para estes tempos. 

Mas é preciso tomar cuidado e ter atenção com o que se pretende fazer em casa, sem a ajuda de qualquer tipo de profissional por perto. Afinal de contas, boa parte destes tratamentos acabam lidando diretamente com produtos químicos, que podem causar reações que nem sempre as pessoas estão preparadas. 

Confira alguns tratamentos de beleza que são mais recomendados serem feitos com a ajuda de um profissional:

Peeling químico

Veja também:

Um tratamento feito para pele e que se tornou bastante comum é o peeling, que basicamente tem como principal tarefa remover as impurezas mais profundas do rosto para promover uma renovação. Mas os produtos químicos utilizados podem oferecer uma série de riscos, por isso o ideal é utilizar somente os produtos mais simples e que não oferecem risco. 

Extração de cravos e cistos

Muitas pessoas se aventuram tentando remover cravos e cistos que incomodam, especialmente quando estão no rosto. Mas nem sempre eles podem ser removidos sem a ajuda de outras pessoas. Extrações que não sejam feitas com cuidado podem gerar inflamações e até infecções.

Microagulhamento

4 tratamentos de beleza comuns que não devem ser feitos em casa

Este é um tipo de tratamento que acabou se tornando muito popular nos últimos anos. Não é difícil encontrar determinados tipos de kits que oferecem o tratamento que podem ser feitos em casa. Mas especialistas afirmam que eles oferecem riscos, podendo ocasionar cicatrizes e hiperpigmentação pós-inflamatória. Por isso, o mais recomendado nessa situação é que o tratamento seja realizado por um profissional. 

Preenchimentos

Por mais que possa parecer estranho, especialistas do ramo da dermatologia alertam para a crescente quantidade de vídeos e tutoriais na internet que prometem ensinar as pessoas a fazer seus próprios procedimentos de preenchimento em casa. Mas são diversos os riscos que as pessoas correm nestes casos, podendo ocasionar infecções, danos a nervos faciais, necrose da pele e até cegueira. 
 




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: