Topo

Cresce o número de famílias que são sustentadas por mulheres

Comente

Hoje em dia está cada vez mais comum encontrarmos mulheres que acabam tendo o papel de sustentar sua família. Seja porque elas conseguem um emprego que paga melhor do que seus maridos, e em muitos casos o homem da casa acaba não tendo renda nenhuma, somente a esposa trabalha.

Este quadro está cada vez mais comum no Brasil, de acordo com uma pesquisa que foi feita recentemente sobre o perfil dos lares brasileiros. De acordo com a opinião de especialistas, a tendência é de que cada vez mais a mulher assuma este papel que já foi prioritariamente do homem.

familias-sustentadas-por-mulheres

A pesquisa foi feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, e trouxe alguns dados bastante interessante. Por exemplo, nos casos de casais que ainda não possuem filhos, o índice de chefia feminina passou de 4,5% em 2001 para 18,3% em 2011. Já nos casais que possuem filhos o índice passo de 3,4% para 18,4% no mesmo período.

A tendência então é que os homens passem a dividir mais as tarefas de casa e de cuidado dos filhos que antes eram de exclusividade das mulheres. Como elas agora vão passar tanto ou mais tempo fora de casa do que os homens, então é importante que a divisão de tarefas aconteça de forma igual, ou as mulheres correm o risco de se sentirem sobrecarregadas.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: