Topo

Skiplagged – O que é e qual a repercussão?

Comente

Em um método conhecido como “cidade escondida”, em 2013 Aktarer Zaman criou o Skiplagged. Ele ajuda a pessoas encontrarem passagens aéreas mais baratas, podendo chegar até 67% mais baratas.

O site possui um algoritmo que  permite encontrar vôos em que o destino final do viajante esteja em uma escala para outra cidade. Assim, o passageiro deixa o aeroporto sem voar o último trecho. A desvantagem é que você podendo comprar só um trecho da viagem, suas malas não são despachadas, afinal, estas iriam até a cidade final.

Embora Zaman afirme ser uma atividade legal, ele já esperava por processos. Ele ainda afirma que o site não o fornece nenhum retorno lucrativo, muito pelo ao contrário, seu custo é todo retirado de seu próprio bolso. Afirma também  que sua única intenção com a criação do site é, exclusivamente, ajudar as pessoas para que comprem suas passagens mais baratas. Um bilhete de US$1.200 pode sair por US$800, por exemplo.

SkipLagged

Repercussão

A prática foi levada aos tribunais. O processo foi realizado pela United Airlines. Entre os problemas citados pela Airlines que desencadeou o processo é a impossibilidade de contar os passageiros da aeronave, ocorrendo atrasos nos vôos.

A American Airlines, que embora não se envolvendo no processo judicial, alega que: “Comprar um bilhete para um ponto além do verdadeiro destino e sair da aeronave na conexão é antiético”.

Além disso, as aéreas se dizem no direito de cancelarem bilhetes neste caso, visto que a prática tira uma vantagem ilegal do sistema usado pelas companhias, as prejudicando.

A Skiplagged possibilita o viajante a fazer uma grande economia para suas viagens, o problema é que as empresas aéreas não aprovam, e não permitem essa prática, alegando que o sistema pode ser prejudicado.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: