Topo

Córsega: um destino obrigatório para você!

Comente

Você pode não saber muito sobre Córsega, mas certamente irá adorar conhecer. Situada ao oeste da Itália, é a quarta maior ilha do Mar Mediterrâneo. Suas paisagens são majestosas. Os gregos antigos a apelidaram de Kallisté, que significa a mais bela de todas, porém ela ainda possui muitos outros apelidos como, por exemplo: Caribe do Mediterrâneo, Montanha no Meio do Mar, Ilha dos Pastores, Ilha das Ervas Aromáticas, Ilha dos Vilarejos, entre outros.

Detalhes da Córsega

Terra onde Napoleão Bonaparte nasceu, um palco de beleza. Uma antiga cidade em cima do rochedo branco e de cara para o imenso azul do Mar Mediterrâneo possui uma majestosa falésia formada pelos ventos e ondas, que tornam o cenário ainda mais surpreendente.

Barcos que entram em cavernas originaram o nome da afunilada e perigosa caverna Pequeno Dragão, onde só se é possível entrar quando o mar estiver calmo, e em cima dela está à brecha que da entrada a luz do sol, onde dizem que se forma o mapa da Córsega.

Córsega

Nessa Ilha da Beleza, as paisagens são cartões postais, nela estão os paredões de rocha cor de rosa, que na verdade são granito na cor de rosa. Os paredões são chamados de Calanches de Piana, que traduzindo nos quer dizer: mar que entra na terra. Os paredões foram se formando com o passar de milhões de anos pela chuva e pelo vento.

Piana é uma pequena cidade onde estão localizadas as Calanches, que também são conhecidas como os Fiordes do Mediterrâneo. Para ter acesso bem perto dos paredões é preciso fazer um caminho pelo mar.

Os penhascos atingem cerca de 300 metros de altura. O barco veleja bem próximo as pedras e vai descortinando cavernas, grutas e passagens, como por exemplo, uma que leva o nome de Portal.

À medida que o sol vai baixando, as rochas vão ganhando tons ainda mais avermelhados. Junto com a dissemelhança do azul do Mediterrâneo, as Calanches ganham um cenário esplendido, assim servindo de justificava para entendermos o porquê o local é patrimônio natural da humanidade.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: