Letra da Música: São Paulo Querido - Francisco Petrônio

Esse letra de Francisco Petrônio já foi acessado por 315 pessoas.

Comente

Vou cantar, uma valsa,
Uma valsa que faça lembrar,
O bom tempo, da serenata,
O desfile da saia balão,
Da palheta amarela,
E a gravata de laço bordo,
Dos amores que eram sinceros,
E que hoje relembrando estou !

Da tranqüila e jovial mocidade,
Das morenas ingênuas, gentis,
Das crianças brincando de roda,
Sempre sempre, sorrindo feliz !

Meu São Paulo,
São Paulo querido,
Se pudesses comigo cantar,
Tu e eu cantaríamos juntos,
Esta valsa que nos faz lembrar !

Da tranqüila e jovial mocidade,
Das morenas ingênuas, gentis,
Das crianças brincando de roda,
Sempre sempre, sorrindo feliz !

Meu São Paulo,
São Paulo querido,
Se pudesses comigo cantar,
Tu e eu cantaríamos juntos,
Esta valsa que nos faz lembrar !...

Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!