Topo

Tudo sobre gravidez: Aprenda a contornar incômodos comuns na gestação

Comente

A gravidez é um momento muito importante na vida de uma mulher, entretanto, durante o período de gestação, nem tudo são flores. Apesar de parte dos 9 meses serem de momentos alegres, repletos de descobertas e recheado de satisfação pela preparação do enxoval e outros detalhes, é fato que a gestante passa, inevitavelmente, por alguns probleminhas físicos, tais como enjoo e sono excessivo, principalmente nos três primeiros meses de gravidez.

Além desses probleminha mencionados, a maioria das mulheres passam também por problemas relacionados à prisão de ventre, excesso de salivação, incontinência urinária, dentre outros, por isso, decidimos listar na sequência alguns dos principais sintomas da gestação, compartilhando também algumas sugestões para melhor lidar com cada um dos problemas encontrados no período.

Tudo sobre gravidez: Aprenda a contornar incômodos comuns na gestação

incomodos-na-gestacao

Aumento de gases no período da gravidez

Devido ás grande alterações hormonais que a gestante sofre, seu intestino passa a trabalhar de forma mais lenta, e isso, em tese, faz com que haja maior formação de gases. Para evitar ou amenizar esse tipo de inconveniente, as gestantes devem prestar atenção no tipo de alimentação que ingere.

O ideal é que a dieta seja rica em fibras, cereais integrais, iogurtes e frutas, preferencialmente mamão, ameixa e laranja. Algo muito importante também é que a gestante evite ao máximo o consumo de refrigerantes e tome bastante líquido natural como água e suco. A lista de alimentos que devem ser evitados inclui também massas, doces, frituras e comidas gordurosas, sendo ainda recomendável também a redução do consumo de fermentados, tais como repolho, couve e feijão.

Mudança de humor no período da gravidez

A variação hormonal no corpo da mulher acaba desencadeando reações no sistema nervoso, o que, consequentemente, acaba trazendo oscilações em seu humor. De modo geral, as gestantes costumam até acordar de bom humor, mas, ao final da tarde a tendência é que estejam um tanto quanto irritadas e melancólicas.

Para amenizar o problema, vale recorrer aos exercícios físicos tais como hidroginásticas, e caminhadas leves no final da tarde. Evitar bebidas à base de cafeína para não atrapalhar o sono durante a noite também é um fator que contribui.

Línea negra na gravidez

Essa expressão incomum vem do latim, e significa linha negra. A linha negra aparece na vertical na barriga da gestante quando ela já está grande, por volta dos 6 meses de gestação, essa linha tem aproximadamente 1 cm de largura e começa desde o umbigo até a púbis.

A linha escura aparece por causa da ação dos hormônios melanociticos que a placenta produz, essa substancia também faz com que os mamilos e aureolas fiquem mais pigmentados. Apesar de assustar algumas mulheres, o fato é que a línea negra não é motivo para preocupação, visto que, tanto ela, quanto a coloração dos mamilos e aureolas voltam ao normal depois de passadas algumas semanas do parto.

Incontinência urinaria na gravidez

A necessidade constante de urinar que a gestante tem, se deve em muito à pressão que o útero faz sobre a bexiga, isso faz com que ela fique cheia mais rápido, obrigando assim a vontade de ir ao banheiro.

Outra problema que pode causar a incontinência urinária é a infecção urinária, mas, nesse caso somente um obstetra pode dar o diagnostico concreto, e é por essa  e outras razões que é importante o acompanhamento pré-natal.

Movimentos do bebê durante a gestação

Quando a mulher sente seu bebê se mexer pela primeira vez é um momento de alegria e grande emoção, mas, com o passar do tempo esse sentimento pode se transformar em desconforto.

Quando a mulher atinge o sétimo mês de gestação a criança passa a ficar de cabeça para baixo, e ao se movimentar as pernas e braços pode acabar chutando as costelas da mãe. Para evitar o desconforto e até mesmo a dor, o indicado é que a mãe fique de pé caso esteja deitada ou sentada. Ao ficar em pé o corpo fica alongado e isso dá mais espaço para o bebê se movimentar sem chutar. Uma outra opção é massagear o lugar em que o bebê está pressionando, isso fará com ele mude de posição.

Leia também:

Prisão de ventre durante a gravidez

Além da alteração hormonal existem outros fatores que podem levar a gestante a ter prisão de ventre, entre eles está a compressão que o útero faz no intestino e a ingestão de suplementos à base de ferro.

Para amenizar o problema é recomendável que beba bastante água e consuma alimentos que contribuam com a evacuação. O laxante só deve ser ingerido com orientação médica.

Excesso de salivação na gravidez

É muito comum que as gestantes tenham excesso de salivação nos três primeiros meses de gestação, e mais uma vez, a culpa é do aumento hormonal , dessa vez, com estímulo do nervo vago sobre a glândula parótida. Além da salivação, isso faz com que as gestantes sintam enjoo.

Para amenizar o sintoma o mais indicado é chupar gelo, comer bolacha de sal em pequenos intervalos, chupar bala de gengibre ou menta, ou em casos mais extremos procurar orientação médica para que algum medicamento seja prescrito.

Hemorroidas no período de gestação

Mulheres que já possuem uma certa disposição a ter varizes no reto, podem desenvolver hemorroidas durante o período da gestação. Isso pode acontecer por causa da alteração circulatória e por causa do intestino preso.

Para evitar basta seguir uma dieta rica em fibras e ingerir muita água. Caso haja necessidade, o médico poderá também indicar o uso de pomadas analgésicas ou supositórios. O tratamento varia muito de acordo com o grau da hemorroida, mas, normalmente elas somem no final da gravidez.

Inchaço nas pernas e nos pés durante a gravidez

Os inchaços nos pés e pernas podem ocorrer por diferentes motivos, sendo eles o aumento de peso, a lentidão do retorno venoso, a compressão do útero sobre a veia cava, ou a postura errada que as gestantes adotam quando ficar muito tempo sentadas, paradas ou em pé sem se movimentar.

Para evitar o inchaço nas pernas o indicado é que ao dormir deixe as pernas elevadas deixando-as apoiadas em toalhas ou almofadas, e ao sentar-se deixe as pernas retas apoiadas em uma cadeira, fazer caminhada de duas a três vezes por semana, logo de manha ou final da tarde também contribui.

Seios vazando durante a gravidez

É normal expelir líquido pelos seios durante a gravidez, e esse liquido é conhecido como colostro que é o primeiro leite produzido. Durante a gestação os seios passam por algumas transformações, e por isso ficam inchados, com as auréola mais escuras e sensíveis, isso ocorre devido à necessidade de desenvolvimento das mamas para a amamentação. Para evitar que suje ou vaze esse liquido nas roupas, o indicado é que a mulher use protetores adequados dentro do sutiã.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: