Topo

Conheça gestos que você jamais deve fazer ao visitar outros países

Comente

Nada melhor que viajar pelo mundo conhecendo novas culturas e povos, não é verdade? Apesar disso, porém, o que nem todos sabem é que é preciso um mínimo de precaução com a conduta em território alheio para evitar eventuais problemas.

Isso principalmente porque em determindados casos até mesmo certos gestos feitos com as mãos aqui no Brasil podem ser vistos de uma forma diferente em outros países, o que naturalmente acaba colocando o turista em “maus lençóis”.

Para ilustrar isso, apresentamos a seguir uma lista de gestos que não costumam ser bem vistos em algumas regiões.

Confira gestos que você deve evitar durante as viagens

Fazer “joinha” com o polegar

Joinha

No Brasil o ato de exibir apenas o dedo polegar dando “joinha”, pode significar “tudo bem”, “ok” ou simplesmente uma confirmação para algo que foi dito.

Por outro lado, em países como o Irã, esse simples gesto pode ser considerado um ato obsceno, enquanto no Japão significa “homem”. Não obstante, em regiões como a Grécia, África Ocidental e Rússia, o gesto é visto como uma ofensa.

Cruzar os dedos

Cruzar os dedos

Na maioria dos países ocidentais, o ato de cruzar os dedos significa boa sorte, afinal, ele é adotado quando se espera que algo positivo aconteça. Apesar disso, no Vietnã o gesto pode ser visto como uma ofensa para pessoa que está à frente, já que trata-se de uma referência ao órgão sexual feminino.

Fazer “v” com os dedos

Fazer V com dedos

No Brasil e em muitos outros países, fazer o “V de vitória” com os dedos é algo bastante comum e pode significar até mesmo um ato de paz. Já em países como Reino Unido, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia esse mesmo gesto é considerado um grande insulto.

Palma da mão como sinal de “pare”

Palmas mão como pare

No Brasil quando estendemos a palma da mão com todos os dedos abertos é sinal de “pare”, no entanto, na Grécia esse mesmo gesto significa que você está mandando alguém para o inferno.

Mexer o dedo indicador para chamar alguém

Mexer o dedo indicador para chamar

Provavelmente você já deve ter chamando alguma pessoa usando apenas o dedo indicador em um gesto que sugere a aproximação, certo?

Pois saiba que nas Filipinas esse mesmo gesto é visto como algo muito ofensivo, uma vez que é usado apenas para chamar cachorro. É importante dizer que fazer esse gesto para um pessoa no país pode até resultar em prisão.

Leia também:

Olhar nos olhos

Olhar nos olhos

No Brasil, quando duas pessoas conversam olhando nos olhos é sinal de sinceridade, pelo que o gesto transmite segurança no falar.

Apesar disso, na Ásia ou no Oriente Médio, falar olhando nos olhos de alguém ou olhar enquanto ela está falando, é um ato visto como falta de respeito, principalmente se a conversa estiver sendo realizada com mulheres. A ação pode ser entendida como sinal de algum interesse sexual.

Mascar chiclete

Mascar chiclete

Mascar chiclete é algo bem comum por aqui, certo? Além da sensação de prazer proporcionada pelo ato, muitas pessoas recorrem à prática como ferramenta de auxílio no abandono do vício do cigarro, por exemplo.

Apesar disso, em alguns países sudoeste asiático, tais como Singapura e Japão, esse ato é considerado uma violação das normas e de etiqueta.

Tocar a cabeça

Buda - Tocar a cabeça

Em alguns países asiáticos, o ato de tocar na cabeça de alguém pode ser visto como uma falta de respeito. Isso porque na cultura budista presente principalmente na Tailândia e no Siri Lanka, a cabeça é vista como uma parte sagrada do corpo.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: