Topo

6 razões pelas quais uma mulher não deveria fingir um orgasmo

Comente

Infelizmente muitas mulheres não conhecem bem o próprio corpo devido à repreensão da sociedade, que não as incentivam a se tocar, como se isso fosse algo errado, o que leva a frustrações futuras por não conseguir chegar ao orgasmo com os parceiros, até por não saberem dizer onde e como desejam ser tocadas para sentir prazer, de modo que às vezes elas se sentem obrigadas a dizer que chegaram ao orgasmo para não chatear seus parceiros. Mas saiba que por nenhum motivo se deve mentir sobre chegar ou não ao orgasmo, veja a seguir alguns motivos para não tomar essa atitude.

Motivos para não mentir sobre o orgasmo

6 razões pelas quais uma mulher não deveria fingir um orgasmo

Perdendo os benefícios para a saúde

No momento em que o corpo chega ao orgasmo, há uma liberação de vários neurotransmissores ligados ao bem-estar, como a dopamina, as endorfinas e a oxitocina. Essas substâncias ajudam a melhorar o sono, aliviar dores, diminuir a ansiedade, fortalecer o sistema imunológico e favorecer a concentração. Quando você finge orgasmo, deixa de usufruir desses benefícios.

Prejudica o sexo de todo mundo

Fingir orgasmo pode prejudicar sim o sexo alheio, ainda mais se você finge com alguém que não é bom de cama. Boa parte dos homens aprende sobre a anatomia feminina apenas com o que eles veem em vídeos pornográficos, ou seja, na hora do sexo ele vai fazer uma penetração interminável e apenas dois segundos de estimulação do clitóris.

Veja também:

Quando finge orgasmo com um parceiro que se comporta dessa forma, ele vai acreditar que está fazendo tudo da forma correta, se for um parceiro fixo, a mulher vai sofrer com sexo ruim boa parte de sua vida, se for apenas sexo casual, ele irá fazer outras mulheres sofrer acreditando ser bom de cama e não se esforçando para melhorar.

Ele vai continuar fazendo errado

Quando alcançamos o orgasmo verdadeiro, é um sinal ao parceiro de quais sãos os tipos de estimulação que realmente nos dão prazer. Quando os parceiros estão conectados conseguem entender esses sinais do corpo um do outro. Por isso, quando você finge um orgasmo, seu parceiro vai entender a mensagem errada e vai continuar repetindo ações que não te dão prazer de verdade, pois ele acredita que está te fazendo bem.

Fingir é desonesto

Não é o correto, mas se for apenas um sexo casual fingir o orgasmo para o sexo terminar logo é até compreensível, mas se o fingimento for com com um parceiro fixo com quem tem uma relação afetiva, pode se tratar de desonestidade na relação. Se coloque no lugar dele, mesmo que ele finja orgasmo para não te magoar, quando você descobrir vai se sentir enganada, com a sensação de que tudo o que viveram na cama foi falso.

O sexo vira obrigação

Quando falamos biologicamente, o orgasmo é um mecanismo que nos motiva a querer fazer sexo novamente. Quando normalmente não se alcança orgasmo, o sexo se torna frustrante e você acaba perdendo o interesse, já que se torna uma obrigação. Quando você tem orgasmos com o parceiro, demonstra que estava entregue, relaxada, sexualmente presente e conectada com ele. Sem o orgasmo, você não tem nada disso.

Você esquece o seu próprio prazer

Ao fingir um orgasmo, você passa uma mensagem ao seu corpo de que seu prazer não tem importância. Não fique tensa pensando que está demorando chegar lá e que é melhor deixar pra lá, procure conhecer seu corpo e dizer ao parceiro como você gosta de ser tocada e relaxe pois cada pessoa tem o seu tempo.

Fingir orgasmo livra de sentir prazer e priva o parceiro da oportunidade de dar prazer. Obviamente o orgasmo não deve ser uma obrigação em toda relação sexual, mas não deixe de sentir prazer apenas para agradar ao parceiro, pois isso não fará bem a você nem ao relacionamento.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: