Topo

Diabetes tipo 2: Consumir café pode reduzir as chances em 25%

Comente

Em meio a uma era de extrema facilidade no que tange ao acesso à informação, é importante que tudo aquilo que diz respeito à saúde venha à tona, para que, cada vez mais, a população possa adotar práticas no sentido de prevenir-se de algumas doenças através de pequenas mudanças de hábito.

Seguindo esse panorama, traremos, nesse artigo, uma nova descoberta acerca de uma doença temida por muitos, a Diabetes tipo 2.

Diabetes tipo 2: Consumir café pode reduzir as chances em 25%

A diabetes é uma doença silenciosa que atinge cerca de 370 milhões de pessoas no mundo e, diferente de outras doenças, ela não apresenta nenhum tipo de dor ou desconforto inicial para que possa ser identificada, pelo que só é possível obter o seu diagnostico a partir de um exame de sangue.

Diante desse panorama, um paciente pode possuir a doença e só percebê-la cerca de 10 a 15 anos mais tarde quando os sintomas se agravam, fazendo-se necessários a partir de então alguns tratamentos mais rígidos.

Leia também:

Café combate a Diabetes tipo 2

cafe-pode-reduzir-chances-diabete-tipo-2

De acordo com um relatório baseado em pesquisas do Congresso Mundial de Prevenção do Diabetes, divulgado recentemente pelo Instituto de Informação Científica sobre o Café (Isic), o consumo de baixo a moderado de café torna possível a redução dos riscos de um individuo desenvolver o diabetes tipo 2.

Com base nos estudos, o individuo que consome cerca de 3 a 4 xícaras de café puro por dia tem menos risco de desenvolver a doença, isso porque o consumo de café reduz em 25% os riscos associados à enfermidade. Ainda de acordo com as informações disponíveis, foi observado também que a cada copo de café a redução de risco de desenvolver diabete tipo 2 varia entre 7 e 8%.

A pesquisa mostrou que a cafeína não está diretamente ligada ao resultado, uma vez que é possível diminuir os risco tanto com o uso do café puro, quanto com o descafeinado. Apesar de os benefícios não estarem diretamente ligados à cafeína, outras pesquisas apontaram que na mulher o melhor resultado na queda percentual dos riscos associados à diabetes tipo 2 são obtidos com o café puro.

Uma das hipóteses de como o café age no controle da diabete é que ele é capaz de estimular o organismo fazendo com que o mesmo aumente seu gasto calórico, isso faz com que as chances de desenvolver a doença diminua. Outra teoria é que a cafeína influencia no equilíbrio da glicose.

Embora os benefícios observados, de fato, possam ser a chave para a prevenção da doença, se faz necessário estar sempre em alerta com o que diz respeito à ingestão desse tipo de alimento, pois o alto consumo de café pode também trazer um efeito contrário ao organismo, isso porque a cafeína contida no mesmo pode causar insônia.

Uma medida preliminar a fim de amenizar os problemas, é evitar o consumo de café a 3 horas antes de ir dormir para que a cafeína não tire seu sono.

Quanto à diabete, um outro procedimento importante para evitá-la é procurar fazer exercícios físicos, com a prática o corpo usa a glicose como uma fonte de energia e faz com que os exercícios desempenhe um papel semelhante ao da insulina.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: