Canto do Trabalho

Essa mensagem já foi acessada por 2990 pessoas.

5.00 / 5 - 1
Comente

Trabalho é glória. Quem trabalha
Vive feliz, sereno e São.
No ferro em brasa o homem que malha
Busca a beleza e a perfeição.

Da boca ardente da fornalha
Ergue-se o hino à criação,
Fontes de heróis, que o suor orvalha,
Os vossos louros aí estão.

Quem planta trigo a vida espalha
Bendito seja quem faz o pão!
É ouro em pó cada migalha,
Vale um tesouro cada grão.

Pedra por pedra a alta muralha
Ergue-se aos poucos do ermo chão,
Louvado seja quem de palha
Cobriu a tosca habitação.

Quem fez o pano que agasalha,
Trançando o fio de algodão,
Quem fez a alvíssima toalha;
Quem vive negro de carvão.

A vida é áspera batalha
Em que a arma rude é a rude mão,
Bendito seja quem trabalha
Pela grandeza e a perfeição.

Bendito seja a energia
Que palpita em tua mão!
Quem no trabalho porfia,
Com o trabalho, dia-a-dia,
Torna mais forte a nação.


  • Autor: Ana Amélia Mendonça









Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!