Letra da Música: Caco de Estrela - Zezé Motta

Esse letra de Zezé Motta já foi acessado por 198 pessoas.

Comente

Achei um caco de estrela
Entre as pedras do riacho
E o meu anjo da guarda, fez um pacto com o diabo
Minha vida de amargura, em troca de uma coroa
Pra mandar nesse tijuco, levando uma vida boa
Ser rainha das gerais, do brasil e do mundo, escrava jamais.


Meu amor é ouro bruto
No cascalho das minhas dores
Mas pro meu senhor amado, sou diamantes multi-cores
Minhas lagrimas perdidas, tece o manto de rainha
Que eu estendo pelos rios, cristalinos da chapada,
Do tejuco e das gerais, quem deitar no meu colo não chora jamais!

(Repete última estrofe)

Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!