Letra da Música: Slave to the Grind (Tradução) - Skid Row

Esse letra de Skid Row já foi acessado por 271 pessoas.

Comente

A música Slave to the Grind fez muito sucesso quando foi gravada por Skid Row. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Skid Row e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.

Veja também o vídeo da música tocada.


Escravo do trabalho pesado

Você me forçou a rachar minhas pálpebras em dois
Ainda estou preso dentro deste quarto de borracha
Preciso dar um murro no relógio que comanda o cego
Sou apenas outra engrenagem na linha de montagem
Oh não
O laço está cade vez mais apertado
Ao redor da minha garganta
Mas eu não vou ficar para o meu enforcamento
Porque não serei deixado pra trás
Você não pode ser o rei do mundo
Se você é escravo do trabalho pesado
Acabe com o vil lodo racial
Você não pode ser o rei do mundo
Se você é escravo do trabalho pesado
Sacou?
Uma injeção de rotina, uma dose mortal
Mas meu dia no sol não vai nem terminar
Não precisa desperdiçar suas rezas comigo
É melhor você anotar minhas palavras
Porque eu sou a história
Sim, sou mesmo
Você pode pedir misericórdia para sobreviver
Mas eu prefiro arrancar esse espinho do meu lado
Não serei deixado pra trás
Você não pode ser o rei do mundo
Se você é escravo do trabalho pesado
Acabe com o vil lodo racial
Você não pode ser o rei do mundo
Se você é escravo do trabalho pesado
Eles engoliram suas dragas
Mudando suas trapaças
Eles arrasaram com minhas intenções tijolo por tijolo
Estou cansado deste papo
Você fala inseticida verbal
Eles engoliram suas dragas
Mudando suas trapaças
Eles arrasaram com minhas intenções tijolo por tijolo
Estou cansado deste papo
Você fala inseticida verbal
Não serei deixado pra trás
Você não pode ser o rei do mundo
Se você é escravo do trabalho pesado
Acabe com o vil lodo racial
Você não pode ser o rei do mundo
Se você é escravo do trabalho pesado
Eu disse escravo do trabalho pesado
Escravo do trabalho pesado
Escravo do trabalho pesado


Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!