Letra da Música: Fistfull Of Steel (Tradução) - Rage Against The Machine

Esse letra de Rage Against The Machine já foi acessado por 718 pessoas.

Comente

A música Fistfull Of Steel fez muito sucesso quando foi gravada por Rage Against The Machine. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Rage Against The Machine e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.

Veja também o vídeo da música tocada.


Silêncio
Algo sobre o silêncio me irrita
Pois o silêncio pode ser violento
Tipo um pulso ferido

Se a vibração fosse suicídio
Então você apertaria o botão
Mas se você se ajoelhar
Então me deixe fazer o corte

Alguns falam os sons
Mas falam em vozes silenciosas
Assim como o rádio está mudo
Embora ele encha o ar de ruídos
Suas transmissões trazem, submissão
Conforme você se molda para o ilusório
O garoto furioso agarra o microfone
Com um punhado de aço

Refrão:
Com um punhado de aço
(Pois eu conheço o poder da questão)
Com um punhado de aço
Com um punhado de aço
E eu não vou parar
Pois eu conheço o poder da questão

Sim, é hora de fluir
Como o fluído em suas veias
Se você irá faze-lo, eu irei derrama-lo
E você caiu fora tão rápido quanto veio
Não um boca fechada
Mas um desafiante
Nunca um normal
Pois eu sou o filho bastardo
Com as visões do movimento
Vocais para não se acalmarem
Mas para incendiar e pôr em prática
Meu sentido de militante
Abrindo caminho, jogando este jogo chamado sobrevivência
Status da elite, o inimigo, o rival
A ovelha muda, deslizando, tocando o refrão e viajando
Dando a você um reflexo da realidade
Eu estou entrando em apuros
E estou batendo feito Shaquile
O garoto furioso agarra o microfone
Com um punhado de aço

Refrão

Um 44 carregado
Rosto todo pálido
Olhos cheios de vazio
Um olhar fixo cheio de pregos
A bola da roleta rola só no círculo
Uma mente cheia de fogo
E um punhado de aço


Se a vibração fosse suicídio
Então você apertaria o botão
Mas se você se ajoelhar
Então me deixe fazer o corte.


Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!