Letra da Música: Tempero de Dona Dadá - Os Mulekes

Esse letra de Os Mulekes já foi acessado por 299 pessoas.

2.00 / 5 - 1
Comente

A música Tempero de Dona Dadá fez muito sucesso quando foi gravada por Os Mulekes. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Os Mulekes e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.

Veja também o vídeo da música tocada.


Se você quiser entrar, bata na porta
Se é do bem pode chegar, se acomoda
Entre não tire o sapato que a casa é de pobre não vai
reparar
Mais tem cerveja gelada e o tira-gosto não vai demorar


Pra quem vai de quente tem uma água ardente de bom
paladar
Eta cachaça danada, porreta foi eu que mandei
lambicar
Sente o cheiro do tempero do fogão de lenha de Dona
Dadá
Tomou conta do terrero, quem tá de regime não vai
suportar
Tem tocinho, tem torresmo, orelha de porco não pode
faltar
Tô sentindo até o gosto, eu que não sou bobo tô indo
pra lá

Se você quiser entrar, bata na porta
Se é do bem pode chegar, se acomoda
Entre não tire o sapato que a casa é de pobre não vai
reparar
Mais tem cerveja gelada e o tira-gosto não vai demorar


Pra quem vai de quente tem uma água ardente de bom
paladar
Eta cachaça danada, porreta foi eu que mandei
lambicar
Sente o cheiro do tempero do fogão de lenha de Dona
Dadá
Tomou conta do terrero, quem tá de regime não vai
suportar
Tem tocinho, tem torresmo, orelha de porco não pode
faltar
Tô sentindo até o gosto, eu que não sou bobo tô indo
pra lá

Se você quiser entrar, bata na porta
Se é do bem pode chegar, se acomoda
Entre não tire o sapato que a casa é de pobre não vai
reparar
Mais tem cerveja gelada e o tira-gosto não vai demorar


Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!