Letra da Música: Ao Povo em Forma de ArteQuilombo, 78 - Martinho da Vila

Esse letra de Martinho da Vila já foi acessado por 270 pessoas.

Comente

A música Ao Povo em Forma de ArteQuilombo, 78 fez muito sucesso quando foi gravada por Martinho da Vila. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Martinho da Vila e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.


Quilombo pesquisou suas raízes
E os momentos mais felizes
De uma raça singular
E veio pra mostrar essa pesquisa
Na ocasião precisa
Em forma de arte popular

Há mais de quarenta mil anos atrás
A arte negra já resplandecia
Mais tarde a Etiópia milenar
Sua cultura até o Egito estendia
Daí o legendário mundo grego
A todo negro de "etiope" chamou
Depois vieram reinos suntuosos
De nível cultural superior
Que hoje são lembranças de um passado
Que a força da ambição exterminou

Em toda a cultura nacional
Na arte e até mesmo na ciência
O modo africano de viver
Exerceu grande influência
E o negro brasileiro
Apesar de tempos infelizes
Lutou, viveu, morreu e se integrou
Sem abandonar suas raízes
Por isso o Quilombo desfila
Devolvendo em seu estandarte
A história de suas origens
Ao povo em forma de arte

Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!