Letra da Música: Forgotten (Tradução) - Linkin Park

Esse letra de Linkin Park já foi acessado por 442 pessoas.

Comente

A música Forgotten fez muito sucesso quando foi gravada por Linkin Park. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Linkin Park e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.

Veja também o vídeo da música tocada.


De cima para baixo
De baixo pra cima eu paro
No coração eu esqueci
No meio de meus pensamentos
Levado longe de minha segurança
O quadro está lá
A memória não me escapará
Mas por que se eu deveria me preocupar

De cima para baixo
De baixo pra cima eu paro
No coração eu esqueci
No meio de meus pensamentos
Levado longe de minha segurança
O quadro está lá
A memória não me escapará
Mas por que se eu deveria me preocupar

Há um lugar tão escuro que você não pode ver o fim
Céus levantam atrás e choca o que não pode se defender
A chuva então envia perguntas ácidas gotejando
Vigorosamente, o poder de sugestão
Então com os olhos olhando firmemente fechado
Olha o pensamento só o pó ferruginoso e podre
Uma mancha de inundações claras no chão
E se derrama em cima no mundo enferrujado de falsos
Os olhos ficam aliviados quando abertos e fica escuro novamente

De cima para baixo
De baixo pra cima eu paro
No coração eu esqueci
No meio de meus pensamentos
Levado longe de minha segurança
O quadro está lá
A memória não me escapará
Porque eu ligaria

Na memória você me achará
Com os olhos queimamdo
A escuridão que me segura firmemente
Até que o sol apareça

Mexendo pra todo lado
Gritos das descidas e subidas
Poluição manifestou-se num som perpétuo
As rodas vão em volta e o pôr-do-sol rasteja
Além do Abajures de rua, cadeia-ligação, e concreto
Um pequeno pedaço de papel com um desenho pintado
Flutua pela rua até o vento parar
A memória agoraé como o quadro era antes
Quando o papel está amassado não pode ser perfeito de novo

De cima para baixo
De baixo pra cima eu paro
No coração eu esqueci
No meio de meus pensamentos
Levado longe de minha segurança
O quadro está lá
A memória não me escapará
Porque eu ligaria ?

De cima para baixo
De baixo pra cima eu paro
No caroço eu esqueci
No meio de meus pensamentos
Levado longe de minha segurança
O quadro está lá
A memória não me escapará
Porque eu ligaria ?

Na memória você me achará
Com os olhos queimamdo
A escuridão que me segura firmemente
Até que o sol apareça

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Agora você me pegou no ato
Você traz o pensamento de volta
Eu estou lhe contando isso
Eu vejo isto por você

Na memória você me achará
Com os olhos queimamdo
A escuridão que me segura firmemente
Até que o sol apareça

Na memória... você me achará...
Com os olhos queimando
A escuridão me segura firmemente
Até que o sol apareça


Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!