Letra da Música: And One (Tradução) - Linkin Park

Esse letra de Linkin Park já foi acessado por 311 pessoas.

Comente

A música And One fez muito sucesso quando foi gravada por Linkin Park. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Linkin Park e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.

Veja também o vídeo da música tocada.


Por onde eu devo começar?
coração incoerente
eu não tenho nenhum compromisso
aos meus próprios, carne e sangue

Totalmente sozinho
Longe de minha casa
ninguém para me ouvir, para curar meu coração doente, eu

Mantenho trancado por dentro

Não posso expressar
ao ponto que eu regresso
Se raiva é um presente, então eu suponho que fui abençoado, eu

Mantenho trancado por dentro
Mantenha-me distante de suas mentiras

Está muito atrasado para me amar agora
Você me ajudou ao mostrar-me
Está muito atrasado para me amar agora
Você não examina uma palavra sua

Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz
Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz
Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação (quebra)
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz (para mim)
Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação(muito)
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz

Mantenho trancado por dentro
Me Mantenha distante de suas mentiras

Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação(quebra)
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz (em mim)
Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação(muito)
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz
Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz
Quebrando uma parte de meu coração para encontrar a libertação
Tirando você fora do meu sangue para me trazer a paz

Mantenha-me distante
Mantenha-me distante
Mantenha-me distante
Mantenha-me distante

Gotas cuspidas da mandíbula da testemunha ignorante
Um familiar enigmático modifica sua desavença
Com toda escuridão eu embarco nas sombras
Envolvido com meu catálogo do pensamento, análogo, catálogo dabatido
Mantenha minha distância, e resistência do medo, ferido pela persistência
A retorcida lista do emaranhado de mentiras
Estrangula minha esperança desperdiça e paraliza o gosto
E eu sou forçado a enfrentar estes crimes do ódio
De encontro ao estado do ser
Sentindo o peso a menos pressionarem entre o teto
Bobinar em torno do quarto
Montando uma bolha à prova de som
É a freqüência que o faz
Agite-se com cada estrondo
Contração involuntária do músculo
Ignorando e depois bebendo a euforia emanada do gás musical
O som bate para fazer uma renovação rápida
Para tê-lo precipitado com pensamentos vermelhos e
assuntos ditos.


Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!