Letra da Música: Samba Enredo 1977Alô! Alô! Brasil, quarenta anos de Rádio Nacional - G.R.E.S. Estácio de Sá (RJ)

Esse letra de G.R.E.S. Estácio de Sá (RJ) já foi acessado por 216 pessoas.

Comente

A Rádio Nacional
Está presente neste carnaval
E vem contar a sua história
Quatro décadas de glória
Descrita de maneira genial
Divino é recordar
Seu auditório cheio de alegria

Animado por Cezar de Alencar
Outrora campeão da simpatia

Locutores e cantores
Que lhe deram aquela dimensão
Sobrevive ainda Jorge Cúri
Dos tempos de Cordeiro e de Frasão
Fazem parte da sua aquarela
Roberto e Floriano Faissal
Cauê Filho, Henriqueta Brieba
Ísis de Oliveira e Elza Gomes

Filho de Maria homem nasceu
Serro bravo foi seu berço natal
O Detetive Anjo e o Metralha
São partes da parte policial

O Primo Pobre procurava o Primo Rico
Sempre que se via em aflição
O Peladinho dava o pulo da vitória
Depois de cada jogo do Mengão

Balança, balança, balança, mas não cai
Balança, balança, balança, mas não cai

(a Rádio)

Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!