Letra da Música: Comparsas / O Pequinez e o Pit Bull - Ana Carolina

Esse letra de Ana Carolina já foi acessado por 427 pessoas.

Comente

A música Comparsas / O Pequinez e o Pit Bull fez muito sucesso quando foi gravada por Ana Carolina. Que tal aprender a tocar outras músicas? Veja cifras de Ana Carolina e toque as músicas que mais gosta no violão ou guitarra.

Veja também o vídeo da música tocada.


É... deixa eu falar do meu comparsa
Que não dá mole não tem farsa
Nem cai no conto do vigário
Ele é do tamanho de um armário
Meu amigo é o Jorge Mário

Poderoso e campeão
Forte e robusto é o negão
E meu amigo joga duro
Sempre chega bem na frente
Tem um olho no futuro
E é sério e inteligente
Não é o seu
Nem é o meu
É o nosso Seu Jorge
É o nosso Seu Jorge
ihh...
É o nosso Seu Jorge
ihhhh...

E vem a Ana Carolina
Uma menina interessante
Com seu ar estonteante
Com a sua voz possante
Esse jeito diferente
Ela é a gente da gente
Botando a bola pra cima
O que começa ela termina
Disposição ela é a mina
Ana "bacana" Carolina
Ana "bacana"... a Carolina
Ana "bacana"... a Carolina
É a Ana "bacana"... a Carolina
Ana "bacana"... a Carolina

Carolina
Salve o Jorge [4x]

Pra todo mundo saber
O que é ficar lado a lado
Num cavalo sem asas
No meio do palco

Pra todo mundo saber
O que é ficar lado a lado
De um cavalo sem asas
Aqui no meio do palco

Aqui no meio do palco [8x]

Eu não quero sair
Hoje eu vou ficar quieto
Não adianta insistir
Eu não vou pro boteco
Eu não quero sair
Hoje eu vou ficar quieto
Não adianta insistir
Eu não vou pro boteco
Hoje eu não teco, não fumo
Não jogo sinuca
Não pego no taco
Tem muita gente maluca
Me apurrinhando
Enxendo o meu saco
Hoje eu estou de vara curta
Vou ficar no barraco
O que não falta é tatu
Pra me levar pro buraco

(Refrão)

Converso afiada amador
Carambola
Espeto é de pau em casa de ferreiro
Papagaio que acompanha João-de-Barro se enrola
Vira ajudante de pedreiro

Hoje
Eu não quero sair
Hoje eu vou ficar quieto
Não adianta insistir
Eu não vou pro boteco
Eu não quero sair
Hoje eu vou ficar quieto
Não adianta insistir
Eu não vou pro boteco
Hoje eu não teco, não fumo
Não jogo sinuca
Não pego no taco
Tem muita gente maluca
Me apurrinhando
Enxendo o meu saco
Hoje eu estou de vara curta
Vou ficar no barraco
O que não falta é tatu
Pra me levar pro buraco


Quer fazer uma correção nesta letra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!