Dia do Beijo - 13 Abril

5.00 / 5 - 1
Comente

O dia treze de abril foi reconhecido a nível internacional como o dia do beijo. Os motivos pela escolha dessa data são desconhecidos, mas ninguém acha ruim quando inventam um motivo a mais para se beijar as pessoas que você ama.

Confira abaixo algumas curiosidades sobre beijos ao longo da História:

História do Beijo

Não se sabe ao certo quem, quando e como começou o costume do beijo como ato de intimidade entre duas pessoas, mas as mais antigas literaturas contendo beijos vêm de textos indianos de 2500 a.C. Outras evidências são encontradas em esculturas egípcias datadas da mesma época.

O mundo antigo tinha muitos costumes diferentes dos nossos em relação ao beijo. Na Grécia Antiga, beijo na boca era coisa de família. Esse tipo de beijo só era permitido entre pais, filhos e irmão; ou em casos de amizades muito íntimas. Os antigos romanos dividiam os beijos em três tipos: O beijo trocado entre conhecidos (basium), os beijos para amigos íntimos (osculum) e o beijo dos amantes (suavium). Era costume dos imperadores deixar que seus súditos o beijassem, mas apenas os nobres que beijavam seus lábios se fossem muito influentes, e as mãos se fossem nobres menos importantes. A plebe só podia beijar seus pés.

Os persas também tinham costumes de beijar segundo hierarquias. Era costume que os homens se cumprimentassem com beijos na boca, mas somente se fossem do mesmo nível social. Quando de níveis diferentes, o beijo era dado no rosto.

Já na Renascença, o beijo na boca virou lugar comum. Na Inglaterra, todo mundo se cumprimentava com beijos nos lábios. Talvez por isso em 1439, Henrique VI, rei da Inglaterra proibiu beijos para ver se dava o fim à proliferação de certas doenças.

Curiosidades

O beijo de língua dos amantes modernos pode queimar até doze calorias em dez segundos, movimenta vinte e nove músculos da face e estimula a produção de endorfinas, a substância do prazer. Também se estima que são transmitidas mais de duzentas e cinquenta mil bactérias em cada beijo, e que cada pessoa deve dar vinte e quatro mil beijos durante toda a sua vida. Haja bactéria!




Insira em seu site ou blog





Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!