7 filmes com viagens no tempo que todo fã do gênero deveria assistir

5.00 / 5 - 2
Comente

A viagem no tempo é um assunto muito recorrente na ficção de um modo geral. Tanto nos livros quanto em filmes, séries de televisão, games, animações, peças de teatro e outros suportes existentes que permitem contar uma determinada história, esta possibilidade de retornar ao passado sempre acaba aparecendo.

Mas o que muitas pessoas não sabem é que a viagem no tempo também aparece em uma série de outros livros e escritos, alguns considerados até mesmo sagrados e antigos, como é o caso do Mahabharata. No famoso texto hindu, o Rei Revaita viaja para o céu para se encontrar com o criador Brahma e, ao voltar, descobre que eras se passaram enquanto ele estava fora da Terra. Mas a primeira vez que o termo “máquina do tempo” acabou surgindo foi no ano de H.G. Wells em um dos livros que acabou se tornando um verdadeiro clássico.

Mas a viagem no tempo seria possível? De acordo com as teorias modernas e aceitas da física, sim. Mas ela não aconteceria como é mostrado nos filmes, onde simplesmente basta entrar em um carro ou uma máquina e ir para o futuro. Mas o que seria possível é retardar o tempo. Por exemplo, se uma pessoa partir para uma viagem espacial, navegando em uma velocidade próxima à da luz, ao retornar para a Terra teria se passado muito mais tempo do que para a pessoa que estava viajando.

Já no caso da viagem para o passado, teoricamente também seria possível, mas apenas se uma pessoa conseguisse romper a velocidade da luz, o que fisicamente ainda seria considerado impossível. Embora a Física Quântica aceite a possibilidade da existência de partículas que se movem mais rapidamente do que a luz, é improvável que alguém ou algo pudesse ser acelerado até essa velocidade, pois isso exigiria uma quantidade infinita de energia.

Mas felizmente temos a ficção para nos mostrar como seria uma viagem no tempo. Confira no infográfico abaixo alguns dos filmes mais interessantes sobre o assunto.




Insira em seu site ou blog





Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!