Topo

Livros para entender e aplicar a comunicação não-violenta com os filhos

Comente

Uma boa comunicação sem hierarquia, bem como classificação ou rótulos que poderão determinar o lugar de cada pessoa com empatia e valores, esta é uma proposta considerada básica para a comunicação não violenta, um processo que é desenvolvido por psicólogos com o auxílio de um time internacional de especialistas no assunto.

Através da comunicação não violenta, os sentimentos acabam sendo separados de opiniões, e as observações são devidamente colocadas sem juízo de valor, os pedidos são feitos sem ameaças. Não há medo nem vergonha, tampouco acusações, a ideia é que todos possam se relacionar e buscar, além de atingir seus objetivos interpessoais com toda a sinceridade, além da expressão de sentimentos e o não julgamento para quem acaba ouvindo os pequenos.

Os princípios de comunicação não violenta devem ser passados aos filhos

Assim que os princípios de comunicação não violenta são aplicados na criação dos filhos, podemos contar com crianças mais seguras para dizer o que sentem e principalmente o que querem, além disto, se expressar melhor e até mesmo desenvolver um bom vocabulário, porque não possuem medo de errar ao falar alguma coisa. A partir disto é possível se estabelecer um laço de amizade entre as mães, pais e filhos, todos acabam ganhando com isto.

Veja também:

Veja alguns livros indicados para esta situação

“Comunicação Não-Violenta” – Marshall Rosenberg

Livros para entender e aplicar a comunicação não-violenta com os filhos

Este é um livro interessante, e serve de pontapé inicial para começar a estudar o processo de comunicação não violenta. A metodologia ocorre de forma simplificada com as aplicações de relacionamentos como um todo, não apenas de mães, ou pais e filhos, mas de colegas de trabalho, de amigos e de familiares. Há histórias contadas pelo psicólogo que são relacionadas ao assunto, e exercícios para que os conceitos possam ser interiorizados.

“Criar Filhos Compassivamente” – Marshall Rosenberg

Neste título há um foco na comunicação não violenta voltado para a educação de crianças mesmo sugerindo estratégias de ação para as mães, pais, cuidadores, professores e todos que lidarem com os pequenos. Conexão de forma empática, dinâmica de respeito, e a comunicação sincera são conceitos que poderão permear a mensagem do livro. O interessante deste livro é que ele ensina que os adultos poderão servir como suporte para crianças se expressarem com clareza, resolverem seus conflitos internos e externos, e possam manter a conexão com valores que são devidamente passados.



Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: