Topo

Falta de critério na educação infantil (mimar) pode deixar seu filho egocêntrico

Comente

A cada dia que passa, torna-se mais difícil a missão dos pais na busca pela correta educação dos filhos, afinal, são tantos os detalhes e peculiaridades quando se trata do assunto que, por vezes, um mínimo descuido no processo de crescimento da criança, pode acarretar em grandes prejuízos na personalidade da mesma quando esta chegar à fase adulta;

Diante desse panorama, a educação infantil tem sido, ao longo dos anos, alvo de inúmeros debates, especialmente no que diz respeito aos limites dos elogios e repreensões às crianças, dois critérios que sabidamente podem exercer influência no perfil de um indivíduo.

Para ajudar a entender um pouco mais sobre como esses critérios (ou a falta deles) podem transformar o intelecto e consequentemente a personalidade de um filho, traremos na sequência algumas considerações baseadas em declarações de especialistas no assunto.

Falta de critério na educação infantil (mimar) pode deixar seu filho egocêntrico

falta-de-educacao-filho-egocentrico

Na condição de pai (ou mãe) que preza pela modernidade e por uma filosofia de vida pautada na motivação, por vezes pode ser um tanto quanto difícil resistir a tentação de rasgar elogios ao filho até mesmo nas tarefas mais simples e cotidianas, entretanto, de acordo com profissionais, esse tipo de comportamento pode, a longo prazo, se traduzir prejudicial na formação do caráter da criança.

Algo que muitos pais não entendem quando se trata de educação dos filhos, é que geralmente uma criança não possui o mesmo preparo de um adulto para lidar com elogios, um fato que, aliás, também é válido para as críticas. Entender esse tipo de conceito, porém, se revela uma ferramenta fundamental para que os pais evitem equívocos na educação da criança e consigam equilibrar os critérios que moldarão a personalidade e o caráter da mesma.

Elogiar os filhos quando estes realizam algum tipo de ação digna desse tipo de afago, é algo bem visto do ponto de vista da psicologia infantil, entretanto, quando esse tipo de agrado se torna excessivo, e não há críticas ou diálogo para equilibrar os critérios, as crianças tendem a ter algum tipo de desvio de personalidade.

Leia também:

Consequências dos elogios em excesso

Os elogios em excesso na fase da infância dos filhos, podem acabar criando pessoas que se acham irrepreensíveis e perfeitas, assim sendo, diante dos primeiros sinais de reprovação de conduta quando na fase adulta, a tendência é que estas não assumam seus erros, tornando-se assim pessoas descompromissadas e egocêntricas.

Ao analisar a situação, especialistas afirmam que, na verdade, o efeito do elogio em excesso é exatamente o oposto do desejado pelos pais, ou seja, os filhos acabam se tornando indivíduos frágeis e incapazes de agir em defesa própria.

Conclusão sobre os critérios na educação infantil

De modo geral, pode-se concluir que elogiar os filhos não é, em sua essência, algo ruim, entretanto, é preciso saber quais são os momentos certos para esses agrados, para construir uma boa autoestima é preciso não elogiar sempre, mas sim nos momentos em que a criança realmente mostre certa habilidade em um tipo de situação ou área específica, ou seja, quando o filho realmente faz por merecer o elogio.

Pode-se concluir também que as críticas produzem efeito positivo na educação da criança, de uma maneira até mesmo superior ao elogio, já que, quando a criança entende e assume o erro cometido, tende a ficar também mais atenta, evitando assim cometer os mesmos erros no futuro.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: