Topo

Dicas para levar uma vida mais leve com as crianças

Comente

O amor que os pais sentem pelos seus filhos é incontestável e serve como uma grande referência para os outros relacionamentos humanos. Mas alguns especialistas descobriram que nem sempre esta relação de amor incondicional pode trazer todos os benefícios que os pais esperam. O motivo seria bastante simples, mas que muitas vezes acaba não ficando bem claro para quem está vivendo a relação: as crianças podem ficar oprimidas com tanta proteção, e os pais simplesmente acabam não curtindo o relacionamento com os pequenos.

Confira algumas dicas para melhor o relacionamento com os seus filhos e tornar a vida mais leve para os dois lados.

dicas-levar-vida-mais-leve-com-filhos

Escute mais e fale menos

Esta pode ser uma ordem bastante comum de ser dada pelos pais para os filhos. Mas especialistas defendem que está também deveria ser uma ordem que os pais deveriam seguir. É importante ouvir mais os seus filhos antes de tomar qualquer atitude e principalmente antes de dar qualquer tipo de bronca. Ouvindo mais, a chance dos pais de entenderem todo o contexto da situação é maior.

Entenda a diferença entre o que a criança quer e o que a criança precisa

De uma forma geral, o comportamento da criança está sempre relacionado aos desejos e as necessidades dela. Nem sempre os pais precisam defender os pequenos quando eles estão brigando com um amigo ou parente, por exemplo. Mas ele sempre vai querer que os pais façam isso. Encontrar esta diferença realmente é muito importante para o relacionamento entre pais e filhos.

Evite comparativos de desempenho

Os especialistas recomendam: uma das piores coisas que os pais podem fazer quando existe algum problema das crianças com a escola está diretamente relacionada as comparações que são feitas. Principalmente quando os filhos acabam sendo comparados com os pais na idade dele. Basta apenas que os pais parem um segundo e pensem para entenderem o quão irracional é este tipo de atitude. São pessoas diferentes, situações diferentes e épocas completamente diferentes.

Permita que o seu filho erre

É claro que a maioria dos pais não querem ver os seus filhos sofrerem quando são crianças ou quando são adolescentes. O grande problema é que este tipo de sofrimento é muito menor do que qualquer outro tipo de sofrimento que eles possam vir a ter no futuro apenas porque não aprendeu a errar quando era mais novo. Portanto, é muito importante permitir que o seu filho erre quando ele é menor, mas também tentar fazer com que ele aprenda com o erro.

O mesmo vale para as decepções que os seus filhos terão quando ainda são crianças ou adolescentes. Elas servem como um importante preparo para a vida adulta, e esta é uma etapa que não deve ser pulada da vida dos pequenos para que eles estejam armados e saibam o que podem fazer quando estes problemas acontecerem na vida adulta.

Deixe espaços em branco na agenda do seu filho

Alguns pais acreditam que os filhos devem estar o tempo todo fazendo alguma coisa que é coordenada por eles. Mas atenção: é importante que as crianças tenham espaço para simplesmente fazerem o que quiserem nos seus tempos livres. A sensação incomoda do tédio também deve ser sentida pelos pequenos, e compreendida.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: