Topo

Como se portar na entrevista do primeiro emprego

Comente

O panorama do desemprego no Brasil têm mudado e, felizmente, pra melhor ao longo dos anos, e essa melhora, embora em boa parte tenha sido impulsionada pelo momento de avanço econômico pelo qual o País passa, também se deve muito ao cidadãos, que vêm compreendendo, ao longo do tempo, a importância de estar bem preparado diante das oportunidades do mercado.

Mesmo diante de um cenário favorável, algumas pessoas, ainda hoje, encontram dificuldades em conseguir o primeiro emprego e um dos motivos é que, na maioria das vezes, não possui informações suficientes a respeito de como se portar na entrevista do primeiro emprego, acabando, por consequência, não alcançando o objetivo. Diante desse quadro, pretendemos nesse artigo listar os principais pontos que deverão ser considerados durante a primeira entrevista de emprego.

Entrevista-de-emprego

Auto confiança

Um currículo bem elaborado de pouco servirá se o candidato não demonstrar, de fato, a que veio na hora da entrevista de emprego, então o primeiro passo diante de uma entrevista é demonstrar que confia no próprio potencial e que nenhuma outra pessoa está mais apta a ocupar o cargo disponível na empresa. Vale ressaltar que a auto confiança não significa necessariamente soberba, então é preciso controlar as emoções para demonstrar que sabe, de fato, a respeito do que está falando, e defende suas convicções sem se envaidecer ou menosprezar os demais.

Atenção redobrada

A clássica frase de filmes policiais que diz: “tudo o que disser poderá ser usado contra você no tribunal” se aplica também à uma entrevista de emprego, entretanto a regra é um tanto distinta, pois na entrevista de emprego não se pode ficar simplesmente calado, é necessário conversar, até porque o entrevistado precisa convencer a contraparte de que merece a vaga mas, veja bem, convencer de que merece e não de que precisa da vaga, então fique muito atento às perguntas que serão feitas.

Se o entrevistador perguntar, por exemplo, porquê motivo ele deve lhe contratar, em hipótese alguma fale das suas necessidades, e sim de suas virtudes que é o que realmente interessa, emprego não é obra de caridade e sim uma troca de interesses.

Utilizando esses conhecimentos e somando-se a isso um real preparo para o cargo ao qual se candidatou, é muito provável que se consiga ser contratado, então busque o máximo de informações possível e boa sorte.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: