Topo

"Guerra Civil" no cinema: Robert Downey, Jr, pode reviver o "Homem de ferro" em "Capitão América 3"

5.00 / 5 - 1
Comente

Uma grande notícia divulgada pelo site internacional “Variety” nessa semana vem agitando as redes sociais e causando enorme expectativa nos fãs de HQs. Segundo a matéria, a Marvel Estúdios adaptará para as telonas o seu arco “Guerra Civil”, um dos mais emblemáticos das revistas em quadrinhos.

O site aponta ainda que Robert Downey, Jr. já estaria em fase final de negociações para viver mais uma vez o bilionário Tony Stark (alter ego do Homem de Ferro) nas telonas, o personagem seria um dos destaques do filme “Capitão América 3”, que com estreia prevista para 2016 poderá ser o escolhido para a supracitada adaptação de “Guerra Civil”.

“Guerra Civil” no cinema: Robert Downey, Jr, pode reviver o “Homem de ferro” em “Capitão América 3”

capitao-america-homem-de-ferro

Com contrato assinado com a Marvel para mais um filme além de “Vingadores 2: A Era de Ultron” (filme já em produção e com estreia prevista pra 2015), o ator Robert Downey, Jr. tem sido um dos principais trunfos do estúdio na consolidação de seus super-heróis nas telonas.

Diante disso, não é de se admirar que a empresa tenha se prontificado a negociar para ter o ator em pelo menos mais um filme além dos já previstos. A importância de Downey Jr., aliás, é tão grande, que o valor de seu novo contrato deve girar em torno de US$ 40 milhões, conforme apontam as últimas notícias.

Caso a informação seja confirmada oficialmente, o “Homem de Ferro” deverá ser uma espécie de vilão no filme “Capitão América 3“, já que em tese o filme apresentará (ou introduzirá) o arco “Guerra Civil” nas telonas.

Entenda o que é a “Guerra Civil”

Para quem não conhece a aclamada saga dos quadrinhos, trata-se basicamente de uma épica batalha entre os super-heróis mais poderosos da terra.

Nas HQ’s, de um lado há o time de super-heróis liderado por Tony Stark (Homem de Ferro), que por sua vez, apoia o governo norte-americano, em uma iniciativa que obriga todos aqueles que têm poderes ou habilidades sobre-humanas a se cadastrarem e trabalharem como força policial para as autoridades.

Do outro lado, há uma série de outros super-heróis liderados por Steve Rogers (o Capitão América), juntos eles formam uma espécie de equipe de resistência contra o programa apoiado por Stark, a alegação é a de que tal programa representa uma ameaça aos direitos dos civis. Esse cenário leva Rogers e seus aliados a se tornarem foragidos da justiça.

Como a Marvel vai adaptar “Guerra Civil” para o cinema?

Embora a Marvel ainda não tenha se pronunciado oficialmente a respeito da adaptação de “Guerra Civil” para as telonas, os burburinhos e a boa reputação dos sites que divulgaram a notícia (além do ‘Variety’, o ‘The Hollywood Repórter’ também já falou a respeito) tem levado muita gente a acreditar que ela será inevitável em um futuro próximo.

Apesar disso, alguns detalhes mostram que para a empresa essa suposta adaptação pode não ser tão simples quanto parece. O primeiro ponto que coloca em xeque o projeto é que os direitos de muitos dos personagens que fazem parte do arco “Guerra Civil” não estão no momento de posse dos Estúdios Marvel/Disney.

Os direitos cinematográficos dos “X-Men” e do “Quarteto Fantástico”, por exemplo, pertencem à Fox, pelo que, alguns personagens que fazem parte dessas equipes dificilmente poderão surgir nas telonas em uma eventual “Guerra Civil“, como ocorre nas HQ’s.

Nesse caso, a Marvel precisaria trabalhar na apresentação de outros super-heróis que se mostrassem capazes de preencher essa lacuna, uma missão que naturalmente não será das mais fáceis.

Outro ponto conflitante em relação à realização do filme, é que os direitos cinematográficos do “Homem-Aranha” também não estão com os estúdios Marvel/Disney, mas sim com a Sony.

Uma suposta negociação existente entre as duas empresas (que historicamente nutrem boa relação), no entanto, pode vir a ser a solução desse problema em favor da Marvel, dessa forma, o personagem poderia, por exemplo, ser’emprestado’ ao filme “Guerra Civil”, sem que necessariamente seus direitos deixassem de pertencer à Sony.

Resta agora aguardar as próximas novidades desse cada vez mais intrigante universo cinematográfico adaptado dos quadrinhos. Façam suas apostas e não esqueçam de deixar um comentário falando sobre sua opinião em relação ao eventual novo filme da Marvel.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: