Topo

“Filmes como Homem-aranha incentivam a violência” declarou presidente da Venezuela

Comente

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, fez uma declaração esta semana classificando filmes como o Homem-aranha de “fábrica de antivalores” que acabam estimulando a violência entre os mais jovens dentro do seu país. A Venezuela, atualmente, é considerado como um dos países mais violentos do continente americano.

“Esse garoto, que aos 14 anos carrega uma (arma) 9 milímetros, tem no cérebro milhares de horas de transmissão de séries em que pessoas são mortas”, disse Maduro ao anunciar um apoio financeiro do governo ao Sistema de Orquestras Juvenis e Infantis.

presidente-venezuela-critica-filme-homem-aranha

O presidente está trabalhando em um novo projeto para tentar incentivar os estudantes e mais jovens a encontrarem um caminho de paz através das artes, mas sem necessariamente ficar refém destes filmes que ele não considera ser nada produtivo para crianças e adolescente.

Maduro citou o filme Homem-aranha 3: “Nestes dias, nós vemos ‘Homem-aranha 3’. Isso é certo, do início ao fim são mortos e mais mortos. E é um dos filmes que as crianças mais gostam (…) porque são histórias que atraem”.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: