Cifra da música: Primeira canção da estrada / Pó da estrada - Sá e Guarabira

Esse cifra de Sá e Guarabira já foi acessado por 856 pessoas.

5.00 / 5 - 1
Comente

A música Primeira canção da estrada / Pó da estrada fez muito sucesso quando foi gravada por Sá e Guarabira. Quer conhecer as demais músicas? Conheça as letras das músicas gravadas por Sá e Guarabira e aproveite.


Tom: A                                                  
Intro: D  A

     E                          G
Apesar das minhas roupas rasgadas
       C                  E
E acredito que vá conseguir
        A         E          F#m                    D
Uma carona que me leve pelo menos à cidade mais próxima
Bm                    F#m
Onde ninguém vai me olhar de frente
Bm                           G                            D    A  E
Quando eu tocar na minha guitarra  as canções que eu conheço
                       G
Eu tinha apenas dezessete anos
    C                 E
No dia em que saí de casa
       A            E         F#m                         D
E não fazem mais de quatro semanas que eu estou na estrada
Bm                         F#m     Bm                   G
Mas encontrei tantas pessoas tristes desaprendendo como conversar
D                                          A               G#     G
Que parece que eu estou carregando os pecados do mundo
G                                          C               Bm    A
Que parece que eu estou carregando os pecados do mundo
A                                          D               C      B7
Que parece que eu estou carregando os pecados do mundo    ieee   
E               E4              E      E4
O pó da estrada brilha nos meus olhos
            E     F#7            B7       G#7
Como a distância matando as palavras
         C#m7  A              E       
Na minha boca sempre a mesma sede
            B   B/A G#m  B7
O pó da estrada, ah, oh
E             E4              E      E4
O pó da estrada gruda nos meus olhos
          E     F#7         B7       G#7
Como as distâncias mudam as palavras
         C#m7  A              E     
Na minha boca sempre o mesmo assunto
            B B/A G#m
O pó da estrada
G#7     C#m7            G#m7
Eu conheci um velho vagabundo
        A      F#m          E        G#7
Que andava por aí sem querer parar
          C#m7      A
Quando parava   ele dizia a todos
               F#7                   B B/A G#m B7
Que o seu coração ainda rolava pelo mundo
              E    E4            E    E4
E o pó da estrada fica em minha roupa
          E   F#7        B7          G#7
O cheiro forte da poeira levantada
          C#m7   A             E      
Levando a gente sempre mais a frente
              B    B/A          G#m      B7             ( E E4)
Nada mais urgente que o pó da estrada, que o pó da estrada



Quer fazer uma correção nesta cifra?







    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!