Topo

Lista mostra bichos que podem perder a cabeça e ainda sobreviver

Comente

O corpo humano depende da constante irrigação do sangue para o cérebro, então quando a cabeça de uma pessoa é decepada, o sangue não pode mais seguir seu curso natural nesse sentido, o que acaba ocasionando a morte instantânea.

Curiosamente, porém, para alguns animais e insetos essa regra não é válida. Algumas espécies são capazes de sobreviver mesmo sem a cabeça por um determinado período. E para comprovar isso, listamos a seguir algumas delas. Confira!

Bichos que conseguem sobreviver mesmo sem a cabeça

Barata

Barata

Diferente dos humanos, a barata não tem as suas principais estruturas na cabeça. Além disso, seu sangue não circula de forma rápida, pelo que, quando perde um membro ela não sofre com hemorragia.

Isso em combinação com alguns outros fatores, permite que uma barata consiga sobreviver sem a cabeça por um mês, quando ela pode acabar morrendo de fome.

Leia também:

Frango

Frango

A maior parte do cérebro das aves fica localizada na parte posterior de sua cabeça, mas, um registro curioso tem intrigado a ciência ao longo dos últimos anos.

Estamos falando aqui do famoso caso do galo “Miracle Mike”, do Colorado, nos Estados Unidos. O bicho sobreviveu sem a cabeça por mais de um ano e a ciência ainda não conseguiu decifrar ao certo a razão, visto que o corpo de um animal comum do gênero possui apenas vinte minutos de oxigênio, após ter sua cabeça cortada.

Cobra

Cobra

A cabeça de uma cobra pode ficar viva por horas depois de ser separada de seu corpo, por isso ela ainda pode causar inúmeros danos. Os reflexos da mordida da cobra ainda são fortes e ela [e capaz de reagir a algum ataque ou ameaça.

Isso ocorre porque o metabolismo da cobra é mais lento, o que acaba ajudando a manter seus órgãos vivos por um período maior após a decapitação.

Vermes

Vermes

Os animais invertebrados não sofrem danos com a perda da cabeça. Eles possuem um sistema regenerador que faz com que nasça outra cabeça no lugar.

Louva-Deus

Louva-Deus

Em período de acasalamento, as fêmeas do louva-Deus liberam um odor para poder atrair os machos, mesmo assim elas atacam tudo o que se aproxima delas, o que inclui o pobre macho.

Para não ser comido pela parceira, o macho tem que agir rápido para fecundá-la, mas quando não consegue, a fêmea o captura e come sua cabeça, e como o cérebro desse inseto não controla todas suas funções, ele continua o acasalamento mesmo sem a cabeça.

Polvos

Polvo

O grande segredo dos polvos está em seus tentáculos, que não possuem dependência do cérebro. Os polvos possuem neurônios e continuam respondendo a estímulos, mesmo após a decapitação.

Moscas

Moscas

As fêmeas das moscas consegue sobreviver por semanas sem a cabeça, e mesmo assim continuam realizando sua higienização, que é aquela ação de ficar esfregando suas patas.

Sapos

Sapos

Os músculos do corpo de um sapo não exige um controle cerebral para poder funcionar, no entanto, precisam de algum estímulo. Como as células do corpo continuam intactas mesmo após a decapitação, suas funções continuam normais.

Salamandra

Salamandra

A salamandra é mais um animal que consegue regenerar a cabeça após a decapitação.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: