Topo

4 distúrbios psicológicos que parecem até mentira

Comente

Existem inúmeros transtornos psicológicos que afetam grande parte da população. Tais transtornos podem comprometer a saúde física e psicológica dos indivíduos, contribuindo para que hajam mudanças na personalidade, comportamento e até de identidade. Atualmente, é cada vez mais comum que alguém desenvolva algum transtorno ou distúrbio psíquico decorrente de traumas, estresse ou hereditariedade, porém, alguns transtornos são tão graves que transformam completamente a vida do sujeito.

Trouxemos aqui alguns tipos de distúrbios que parecem até mentira, de tão estranhos que são.

Síndrome de Paris

Torre eiffel síndrome de parís

Este transtorno ocorre com pessoas que já visitaram a cidade francesa (ou qualquer outra cidade europeia) e, após perceber que a mesma não passa de uma cidade como qualquer outra, como qualquer outra metrópole agitada, tem uma espécie de choque cultural e se frustram exageradamente com essa descoberta.
Parece brincadeira, mas a síndrome realmente existe e seus sintomas são estado agudo de delírio, alucinações, sentimentos de perseguição (percepção de ser vítima de preconceito, agressão ou hostilidade dos outros), desrealização, despersonalização, ansiedade e também manifestações psicossomáticas, tais como tontura, taquicardia, sudorese, e outros. Tudo isso devido ao choque cultural.

Tricotilomania

Couro cabeludo cabelos arrancados tricotilomania

Veja também:

Esta síndrome já é um pouco mais conhecida e comum entre as pessoas. Trico = cabelo; tilo = puxar; mania= prática repetitiva. Pela etimologia da palavra é possível imaginar do que se trata. Pessoas com este transtorno costumam puxar, arrancar e esfregar os fios de cabelo, cílios ou sobrancelhas de forma compulsiva, ocasionando calvícies ou grandes falhas no couro cabeludo ou área atingida. 

Essas pessoas sabem perfeitamente que esse comportamento não é saudável mas não conseguem resistir ao impulso. Esse comportamento costuma começar ainda na infância ou adolescência e durar por toda a vida, levando-as a uma calvície precoce. As causas, geralmente, são ansiedade.

Erotomania

Síndrome erotomania mulher apaixonada por homem

Recentemente houve um caso de bastante repercussão na mídia brasileira onde um homem acreditava estar apaixonado pela apresentadora Ana Hickmann e que a mesma retribuía o mesmo sentimento por ele. Ao descobrir que não era correspondido, o rapaz tentou atirar na apresentadora, acabou atingindo seu irmão e morreu em seguida. Este transtorno consiste num delírio, em que uma pessoa se encontra convicta de que outra, geralmente de uma classe social mais elevada, está secretamente apaixonada por ela. 

O indivíduo que sofre dessa síndrome pode também acreditar que ele e a outra pessoa, supostamente apaixonada, se comunicam secretamente através de métodos sutis ou – se a outra for uma pessoa de imagem pública – através de indícios ou pistas na mídia. A outra pessoa geralmente tem pouco ou nenhum contato com o indivíduo que sofre da síndrome, que frequentemente acredita que o outro (objeto do delírio) iniciou a relação fictícia.

Ocasionalmente, o objeto do delírio não existe; no entanto, o mais comum são casos de indivíduos que sofrem desse delírio tendo como objeto pessoas expostas na mídia, como cantores, atletas, atores ou políticos.

Acrotomofilia ou Transtorno de Identidade de Integridade Corporal

4 distúrbios psicológicos que parecem até mentira

Este transtorno é caracterizado pelo fato de que uma pessoa saudável sente que deveria amputar um membro seu, por considerá-lo como se não fizesse parte de si. Muitas vezes, o paciente com tal síndrome sente este impulso de forma tão intensa que chega a, ele mesmo, tentar retirar a parte que lhe incomoda. Existem diversos casos médicos de pessoas que tentaram retirar, seja sozinho ou através de intervenção médica, partes saudáveis de seu próprio corpo.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: