Campanhas

Essa mensagem já foi acessada por 1014 pessoas.

Comente

Vários grupos dedicados a obras assistenciais espíritas reuniram-se aparentemente por acaso, numa madrugada de sábado, na varanda do Grupo Espírita da Prece. Um desses grupos estava trabalhando, no momento, para erguer uma creche naquela cidade. Na ocasião, comentavam-se as lutas para se conseguirem, por doações, os recursos necessários à obra. Atento à conversa daquela turma de trabalhadores cristãos, o Chico afável declarou: - Nós não podemos esquecer da importância dos amigos. Devemos estar com eles de braços unidos! ... Sem amigos, não conseguiríamos realizar os objetivos elevados que nossa doutrina propõe! O Chico deixou sua atitude séria e, com alegria, falou: - Mas há um porém: só se conseguem as coisas, apanhando. E muito! Mas que importa isso?!... E, bem-humorado, continuou: - É assim: o primeiro que encontramos nos dá um beliscão. O segundo nos cutuca e o terceiro nos dá um tapa. Mas vem o quarto e nos ajuda! Vocês viram!... É preciso apanhar três vezes para sermos ajudado numa. Que importa tomarmos um ou dois tapas na cara? Só pode acontecer ficarmos com a cara inchada... Mas, se, depois, ele nos levantar uma parede, estará tudo bem! E o Chico, sorrindo, encerrou a lição: - A vida é igual uma escadaria e só subimos com muita pancadaria!...










Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!