Anjo Solte Suas Rendas

Essa mensagem já foi acessada por 1264 pessoas.

Comente

Anjo, solte sua renda pelos campos verdes, de forma que sobre a relva tenhas poder Anjo, liberte os corações, refrigera os males que o ardor do ódio faz Anjo, ó anjo, traz, faz; com teus olhos verdes oliva iluminados pelo brilho do sol, faz Anjo, faz me sentir como nuvens, que flutue contigo, ó anjo, se soubesses que desejo o ar e invejo a chuva, farias de mim o que fazes com teus pássaros, libertarias minha alma e deixarias eu pelejar sobre teu céu Anjo, pós morte , observas o que fora destrinchado pela maldição do olho negro ou apenas observas com afeto o que lhe seria amável Anjo, tua renda vislumbraste desliza sobre as pedras do rio, teu cavalo branco galopeia, forte, ávido a desvendar conexões novas entre o mundo do amor e o mundo natural incessante desejo de aventura Anjo, das carícias que fazes em meu rosto frio e apático, torna-me cada vez mais jovem Anjo, faz-me voar, ó altura, que de tão longe a vejo e tão perto sinto Anjo, que pela palavra és espírito, que pelo sentido oculto é carne, se faz presente Anjo, ensina-me a extinguir a maldade, meus dias já não são calmos, manifeste-se Anjo Rogo-te, pois a esperança não finda e a carne de meu corpo ainda suporta o meu pesar Mostra-me o final deste tempo, e não apenas viverei nesse frenesi, consumido pela emoção Anjo, ó anjo, esse sorriso que esboça com lábios vermelhos e delicadamente tracejados só faz aumentar sua beleza, seu olhar intenso, lento, que me paralisa, êxtase incansável Lança-me ao abismo mortal que devo a honra de gozar tal experimento com os braços fechados Anjo, Anjo, Anjo, silêncio que precede o esporro, as guerras mortais é pura discórdia do amor se conheces a necessidade da existência amenize o sofrer Anjo, tentei dar socos no ar para tentar parar de chover, más minhas lágrimas fizeram parte das águas cristalinas que caiam sobre minhas vestes, olhando para o chão molhado vi a traços do meu rosto cansado e descobri que chegara a velhice Anjo, por que te desejo? não sei bem certo a verdade de ti, só sei que vivo melhor quando desta não cogito.










Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!