Volúpia Telefônica

Essa mensagem já foi acessada por 19690 pessoas.

3.00 / 5 - 19
Comente

Na quietude da madrugada, de repente ouço você; entre sussurros e gemidos, esvairindo-se de prazer excitando-se com palavras ditas ao seus ouvidos... sedenta de desejos, entregando-se a sonhos proibidos. Murmurando palavras confusas, sua voz completamente afônica, revelando anseios ocultos em plena volúpia telefônica. Saciada com o orgasmo alcançado, esvaecida repousa inocente, teu corpo seminu na cama, intangível se mostra imponente. Seu corpo seminu, inspira-me loucos desejos... você deitada na cama, sendo minha inteiramente, com paixão fazemos amor trocando ardentes beijos. Insano me deixo envolver ficando refém do onirismo, devaneios impróprios me tomam, induzindo-me ao onanismo... solitário meu gozo emana sufocando o meu erotismo.


  • Autor: Desconhecido






Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!