Por Trás das Rugas

Essa mensagem já foi acessada por 978 pessoas.

2.00 / 5 - 1
Comente

Amor maduro, amor mais puro?
O tempo, por certo o faz mais seguro...
Depois da paixão, do fogo juvenil,
Somam-se outros carinhos mil.
Não são palavras vazias,
Já se foram tantos dias
De corpos em chamas e paixões...
Aquecem-se depois os corações,
Na maturidade aconchegante...
Há tanto ou mais de radiante
Na beleza de um toque quente
Que o é não pela idade ardente
Mas pelo calor que emana
De um jogo que começou na cama
Que na cama continua e além dela
Como sol que invade pela janela
Aquece iluminando toda a casa...
E tal um anjo que sob uma asa
Guarda a vida jovem da alma,
Voa quarto por quarto em calma,
Aspergindo gotas de carinho
Continuando a mostrar o caminho
Do amor que não se esquece
Nem se vai nem arrefece.
Foram-se as horas de flamejante sexo
O amor recria côncavos e convexos
Verdadeiro, ele é lastros em toda idade.
Sem nem mesmo sentir saudade...
Tempo ido...suor diminuído
Tempo chegado...amor reconstruído.
Quando o tempo amarfanha
O amor maduro é o que se ganha


  • Autor: Lizete Abrahão








Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!