Topo

Dicas para proteger as crianças das cores nas costas

Comente

Os sintomas atualmente tem sido muito mais frequentes do que nos adultos, um grande problema e uma verdadeira rotina dos consultórios de pediatria, as dores nas costas fazem as crianças sofrerem, já que, na maioria das vezes, elas não sabem nem mesmo o que está acontecendo. Apesar disto existem diversas atitudes que podem fazer com que você possa proteger seu filho deste tipo de problema.

Vários fatores são agravantes para este problema

dor-nas-costas-criancas

As dores nas costas das crianças poderão vir de fatores como mochilas pesadas, muitas horas deitado no sofá em frente à TV e ainda uma má postura nas carteiras da escola. O resultado para isso não pode ser outro, seu filho certamente irá reclamar de dores nas costas. As crianças que vivem principalmente em ambientes urbanos contam com uma rotina, muitas vezes, de gente grande, passando muito mais tempo sentadas, sendo, assim, bastante sedentárias e, em alguns casos, até mesmo obesas.

Uma boa notícia é que na infância o problema é mais fácil de se tratar e também evitar, para isto os exercícios físicos não são recomendados, já que sobrecarregam a temperatura.

As principais causas das dores

Situações de distensão e também tensão dos músculos são as situações mais comuns para o seu filho reclamar de dor. Ele poderá reclamar mesmo depois de um dia de brincadeiras intenso como também uma partida de videogame. A situação de obesidade é também considerado um fator de risco, já que influencia diretamente na postura, sobrecarregando os ossos e músculos da coluna. Uma das grandes vilãs deste problema é a mochila. Alguns outros fatores menos comuns são as infecções de rins, pulmões, entre outros, bem como as anormalidades de coluna como, por exemplo, a artrite juvenil.

É importante, desde os primeiros anos de vida, cuidar da postura, como, por exemplo, ao pegar algo do chão, dobrar os joelhos e não as costas. Para sentar a coluna, deverá estar reta e as coxas paralelas a postura no chão. Com estas dicas você certamente irá ter uma melhora bastante considerável na postura de seu filho e ele irá viver melhor.



Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: