Mamonas Assassinas

Essa celebridade já foi acessada por 1281 pessoas.

Comente
Nome completo:
Mamonas Assassinas
Data de nascimento:
01/07/1995

Biografia

Os Mamonas Assassinas foram um fenômeno raro de se ver no mercado da música. Sua ascensão ocorreu em função de um único disco, lançado em 1995, que vendeu 3 milhões de cópias e alcançou o Disco de Diamante por este feito.

A trajetória de sucesso da banda terminou precocemente e de forma trágica devido a um grave acidente com o avião em que os meninos viajavam de Brasília para Guarulhos, em março de 1996. Suas músicas estilo rock, com letras muito bem-humoradas, continuam fazendo sucesso em todo o Brasil até hoje, 16 anos depois da morte do grupo.

A banda era formada por Dinho (vocal e violão), Bento Hinoto (guitarra e violão), Júlio Rasec (teclado), Samuel Reoli (baixo) e Sérgio Reoli (bateria). Antes do sucesso como os Mamonas Assassinas, Bento, Júlio, Samuel e Sérgio formavam o grupo Utopia, especializado em fazer covers de grandes bandas nacionais como Legião Urbana, Paralamas do Sucesso e muitas outras. Eles conheceram Dinho (Alecsander Alves) em um show, quando pediram à plateia para ajudá-los a cantar uma música dos Gun´s and Roses e o rapaz se prontificou a fazê-lo, apresentando uma performance bastante cômica que conquistou o público.

O primeiro grande sucesso dos Mamonas Assassinas foi “Pelados em Santos”, canção que retrata, de forma divertida, uma história de amor que envolve uma Brasília amarela e a cidade de Santos. O clipe da música foi apresentado no programa Fantástico, da Rede Globo, fato que contribui para ampliar o sucesso da banda e torná-la ainda mais conhecida no Brasil.

Outras músicas que compunham o único álbum dos Mamonas foram 1406, Vira-Vira, Chopis Center, Jumento Celestino, Sabão Crá Crá, Uma Arlinda Mulher, Cabeça de Bagre II, Mundo Animal, Robocop Gay, Bois Don´t Cry, Débil Mental, Sábado de Sol e Lá Vem o Alemão.

Em 1998, dois anos após a morte do grupo, foi lançada a coletânea “Atenção, Creuzebeck: A Baixaria Continua”, com todos os sucessos da banda e uma versão em espanhol para “Pelados em Santos”.










    Comentários (0) Postar um Comentário

    Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!